sicnot

Perfil

País

Plano de Emergência do Alto Minho prolongado por mais 48 horas

O presidente da Comissão Distrital de Proteção Civil (CDPC), José Maria Costa, anunciou hoje o prolongamento, por mais 48 horas, do Plano de Emergência Distrital (PED) devido à previsão de agravamento das condições climatéricas.

"As condições climatéricas preveem algum agravamento durante a noite e estamos com algumas ocorrências, no distrito que nos merecem a maior preocupação", disse hoje aos jornalistas José Maria Costa, que é também presidente da Câmara de Viana do Castelo, no final de uma reunião de trabalho com a ministra da Administração Interna no Centro Distrital de Operações de Socorro (CDOS).

Constança Urbano de Sousa admitiu que o Alto Minho está a enfrentar uma situação "bastante grave" e apelou à população para que tenha um "comportamento responsável".

As ignições não vem do nada. Há muitas que ocorrem durante a noite. Neste momento, todos os cuidados são poucos", sustentou.

O PED) foi ativado no Alto Minho na segunda-feira à noite "devido ao número de incêndios, ao esgotar dos meios de combate e às condições meteorológicas".

No final da reunião com a ministra da Administração Interna, o comandante operacional distrital da Proteção Civil, Armando Silva, apontou como pontos mais preocupantes no distrito os fogos em Cabana Maior - Arcos de Valdevez, Vilar de Murteda e Freixieiro de Soutelo - Viana do Castelo

O mesmo responsável realçou o papel desempenhado pela população do distrito, que classificou de "inexcedível", demonstrando que sabe "que não é possível ter um bombeiro para cada casa".

Armando Silva revelou ainda o distrito conta já com o reforço de quatro pelotões de militares, duas máquinas de rastos do Exército, três Grupos de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS) da GNR e grupos da Força Especial de Bombeiros (FEB).

Lusa

  • "Fundo Florestal Permanente não pode servir para financiar a GNR"
    9:41

    País

    O arquiteto paisagista Henrique Pereira dos Santos foi o convidado da Edição da Noite da Sic Notícias, onde falou sobre os incêndios que estão a afetar o país. O arquiteto disse que é "fácil resolver um fogo à nascença" e defendeu que o que não é possível é resolver o problema dos fogos no país com "essa doutrina". Henrique dos Santos lembrou a falta de prevenção das pessoas. Falou ainda no Fundo Florestal Permanente e em como está a ser erradamente aplicado.

  • Equipa da SIC impedida de entrar na Venezuela

    País

    A SIC tinha uma equipa a caminho da Venezuela para cobrir as eleições da Assembleia Constituinte que decorrem no domingo. No entanto o jornalista Luís Garriapa e o repórter de imagem Odacir Junior foram impedidos de entrar no país. A equipa de reportagem foi barrada à chegada ao aeroporto de Caracas. Num despacho enviado à companhia aérea que os transportou, tanto o jornalista como o repórter de imagem são considerados "inadmissíveis no território da Venezuela".

  • "Fomos considerados inadmissíveis no território da Venezuela"
    4:43

    País

    O jornalista Luís Garriapa entrou em direto no Jornal da Noite, para explicar o que aconteceu esta quinta-feira, no aeroporto de Caracas. A equipa de reportagem de SIC foi impedida de entrar na Venezuela, onde ia cobrir as eleições da Assembleia Constituinte, marcadas para domingo.

  • Marcelo lembra como foi tratada a tragédia de 1967 durante a ditadura
    2:25
  • Costa alerta para "condições particularmente adversas"
    1:47

    País

    O primeiro-ministro alertou para a possibilidade de novos incêndios de grandes dimensões, muito por causa da situação de seca que grande parte do território atravessa. António Costa pediu aos portugueses um "particular cuidado com todos os comportamentos de risco".

  • Ministra admite falhas no SIRESP no presente e no passado
    2:35

    País

    A ministra da Administração Interna admitiu, esta quinta-feira, que o SIRESP falha no presente tal como já falhou no passado, quando a tutela pertencia ao Governo PSD. Os sociais-democratas quiserem ouvir Constança Urbano de Sousa na comissão parlamentar mas desta vez a ministra defendeu-se com um ataque. 

  • Temperaturas vão baixar nos próximos dias
    1:05
  • Quase três mil toneladas de plástico ameçam tartarugas no Mediterrâneo
    2:35