sicnot

Perfil

País

Suspeito de atear incêndio no Funchal está a ser ouvido pelo juiz

(SIC/Arquivo)

O homem, de 24 anos, suspeito de ser o autor do incêndio do Funchal, na ilha da Madeira, está a ser ouvido pelo juiz de instrução.

O alegado autor do incêndio, que já consumiu dezenas de habitações e matou três pessoas, está detido desde segunda-feira, dia em que começou o incêndio que ainda está ativo.

A Polícia Judiciária deteve entretanto mais dois suspeitos de posto fogo. Um homem de 36 anos suspeito de ter ateado um incêndio em Fradelos, Famalicão, e um outro de 65 anos, alegado incendiário das chamas que lavraram em Pampilhosa da Serra.

Já foram detidas e identificadas 26 pessoas pela Polícia Judiciária desde o início do ano.

  • Bruno de Carvalho e Octávio Machado suspensos

    Desporto

    O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, e o diretor-geral para o futebol, Octávio Machado, foram esta terça-feira suspensos pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, na sequência de uma queixa apresentada pelo Benfica em novembro de 2015.

  • Corredora exausta é levada ao colo até à meta na meia maratona do amor
    1:06

    Mundo

    Aconteceu este domingo em Filadélfia, EUA. A poucos metros da meta uma corredora exausta é amparada por dois colegas. Mas o cansaço é tanto que fica sem força nas pernas. É quando aparece a terceira ajuda. Um homem volta para trás e leva-a no colo até à meta. A centímetros do fim larga-a para que a corredora possa atravessar a meta pelo seu próprio pé.

    Patrícia Almeida

  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho