sicnot

Perfil

País

Fogo de Vieira do Minho em resolução após mais de 32 horas de combate

O incêndio que deflagrou pelas 09:46 de quarta-feira em Rossas, Vieira do Minho, e entretanto se propagou a Fafe e Póvoa de Lanhoso, já entrou em fase de resolução, informa a Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC).

Na sua página na Internet, a ANPC acrescenta que no terreno se mantêm 126 operacionais, apoiados por 45 meios terrestres.

De manhã, o comandante operacional, Vítor Azevedo, disse à Lusa que as chamas consumiram uma casa abandonada situada no monte em Agrela, Fafe.

Segundo aquele responsável, o vento forte, com rajadas que chegaram a atingir os 80 quilómetros por hora, tem sido a principal dificuldade do combate às chamas.

Em Póvoa de Lanhoso, foram evacuadas, na noite de quarta-feira, por precaução, duas aldeias, na freguesia de Sobradelo da Goma, mas entretanto as pessoas já puderam regressar às suas casas.

Lusa

  • Atacantes de Barcelona "não estão a caminho da nossa fronteira"
    7:00

    Ataque em Barcelona

    O diretor da Unidade Nacional de Contraterrorismo da Polícia Judiciária esteve esta sexta-feira no Jornal da Noite para falar sobre o duplo atentado em Espanha. Luís Neves diz que o nível de ameaça em Portugal, perante os ataques, não foi alterado porque "não se detectou que tenha existido informação que possa colocar o nosso território em perigo".