sicnot

Perfil

País

"Ninguém vai às urgências fazer turismo"

Entrevista SIC Notícias

"Ninguém vai às urgências fazer turismo"

Quase metade das pulseiras atribuídas nas urgências dos hospitais em Lisboa são "pouco ou não urgentes". Só no primeiro semestre deste ano as idas às urgências aumentaram em mais 134 mil relativamente ao ano passado.

O bastonário da Ordem dos Médicos esteve na Edição da Noite da SIC Notícias para falar do assunto. José Manuel Silva garante que "ninguém vai às urgências fazer turismo", se as pessoas lá se deslçocam é porque necessitam e aquele é o local onde conseguem obter respostas.

O bastonário diz ainda que chamar falsas urgências aos "verdes e azuis" do sistema de triagem é uma qualificação arbitrária, e vai longe dizendo que quando usam esta designação os responsáveis políticos estão a "sacudir a água do capote" e a fugir às suas responsabilidades.

  • Falsas urgências em Lisboa aumentam
    1:42

    País

    Metade das urgências nos hospitais da grande Lisboa foram falsas e a explicação pode estar na falta de médicos de família. Só no primeiro semestre deste ano e segundo dados da Administração Ccentral de Sistemas de Saúde as idas às urgências aumentaram em mais 134 mil relativamente ao ano passado.

  • Caravana com cinzas de Fidel chega este sábado a Santiago de Cuba
    2:01
  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.