sicnot

Perfil

País

Quatro meios aéreos e 90 operacionais mobilizados para fogo em Vila Real

Quatro meios aéreos e quase 90 operacionais foram mobilizados para combater um incêndio que está a queimar pinhal em Vila Real e teve várias projeções devido ao vento, disse à agência Lusa o comandante operacional distrital.

Álvaro Ribeiro referiu ainda que um bombeiro, da corporação de Alijó, recebeu assistência hospitalar devido à inalação de fumos.

O alerta para o fogo foi dado às 15.18 na zona de Mateus em povoamento florestal, designadamente pinheiro bravo adulto, mas, segundo o responsável, devido à grande acumulação de material combustível, ao vento forte e ao declive, o incêndio propagou-se rapidamente.

Verificaram-se ainda várias projeções, algumas delas fizeram com que o incêndio passasse a Autoestrada 4 (A4), que ficou momentaneamente condicionada devido à proximidade do fogo e também para proteger os bombeiros que estavam a estabelecer os meios de combate a partir desta via.

Álvaro Ribeiro referiu que estão a ser empenhados meios terrestres e aéreos no sentido de conter o incêndio na zona de Tojais, Mouçós.

Pelas 18:00 estavam a operar dois aviões médios e um helicóptero pesado, estando-se à espera da chegada de um avião pesado Beriev. No terreno estavam quase 90 operacionais, apoiados por 22 viaturas.

"A todo o momento estão a chegar mais meios terrestres ao teatro de operações, provenientes do norte do distrito e também um grupo de reforço do Porto", referiu.

Lusa

  • "Não podemos fazer de Lisboa uma cidade para turistas"
    2:44

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no Jornal da Noite da SIC, o mandato de Fernando Medina na Câmara de Lisboa. O comentador da SIC defendeu que o autarca tem "muitos problemas por resolver" e que a Câmara tem investido "mais na recuperação de zonas em que os lisboetas praticamente não conseguem ir". Sousa Tavares disse ainda que Lisboa não pode ser uma cidade para turistas.

    Miguel Sousa Tavares

  • "Putin é uma ameaça maior do que o Daesh"
    0:24

    Mundo

    O senador norte-americano John McCain atacou Vladimir Putin dizendo que é uma ameaça maior do que o Daesh. O antigo candidato à Casa Branca acusa a Rússia de querer destruir a democracia ao tentar manipular o resultado das presidenciais dos Estados Unidos.

  • "É muito importante ceder à tentação de se abolir a liberdade"
    1:06