sicnot

Perfil

País

Área ardida em 2016 é três vezes superior aos últimos dez anos

Meios aéreos no combate ao fogo que deflagrou em Caminha a 10 de agosto de 2016.

ARMÉNIO BELO / LUSA

A área ardida em 2016, até ao dia 15 de agosto, é três vezes superior ao histórico dos últimos dez anos, correspondendo a 103.137 hectares, refere um relatório provisório do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

"Comparando os valores do ano de 2016 com o histórico dos últimos 10 anos destaca-se que se registaram menos 22 por cento de ocorrências relativamente à média verificada no decénio 2006-2015 e que ardeu três vezes mais área do que a respetiva média nesse período", indica o relatório, datado do dia 17 de julho e difundido hoje pelo Departamento de Gestão de Áreas Públicas e de Proteção Florestal do ICNF.

Segundo o documento, de 14 páginas, o ano de 2016 apresenta, desde 2006 (até ao passado dia 15 de agosto), o quarto valor mais baixo em número de ocorrências e "o valor mais elevado de área ardida".

A estatística especifica que a base de dados nacional de incêndios florestais regista (no período compreendido entre 01 de janeiro e 15 de agosto de 2016), um total de 8.624 ocorrências (1.520 incêndios florestais e 7.104 fogachos) que resultaram em 103.137 hectares de área ardida, entre povoamentos e matos.

De acordo com a análise distrital efetuada pelo departamento do ICNF, o distrito de Aveiro foi o mais afetado -- no que concerne à área ardida -- com 41.569 hectares, "cerca de 40 por cento" da área total ardida até à data.

Segue-se Viana do Castelo, com 23.197 hectares (23 por cento do total).

O relatório refere também que os números de ocorrências registadas no mês de julho e na primeira quinzena de agosto de 2016 "superam" os respetivos valores médios do decénio 2006-2015, com mais 204 ocorrências no mês de julho e mais 1.296 nas duas semanas de agosto.

"A área ardida entre 01 e 15 de agosto contabiliza 95.357 hectares de espaços florestais, quase 93 por cento da área total ardida em Portugal continental até essa data", sublinha o relatório.

O Departamento de Gestão de Áreas Públicas e de Proteção Florestal recorda também que se consideram "grandes incêndios" sempre que a área total afetada seja igual ou superior a 100 hectares.

"Até 15 de agosto de 2016 registaram-se 86 incêndios enquadrados nesta categoria que queimaram 92.966 hectares de espaços florestais, cerca de 90 por cento do total da área ardida" até à referida data.

Lusa

  • Confrontos entre gangues rivais na prisão brasileira de Natal

    Mundo

    Dois gangues rivais entraram em confronto na Penitenciária de Alcaçuz, a mesma onde morreram 26 presos num motim esta semana, avança a agência France Press. O site da Globo refere que há um morto e sete feridos. O Exército já foi chamado a intervir.

    Em desenvolvimento

  • As crianças e o frio. O que vestir
    1:58

    País

    O médico Pedro Ribeiro da Silva, da Direção-Geral da Saúde, aconselha especial cuidado com as extremidades do corpo - usar luvas e gorros. E demasiado agasalhadas pode levá-as a transpirar mais e, consequentemente, desidratar.

  • Transportes públicos de Cascais vão ficar mais baratos
    2:32

    Economia

    Os transportes públicos de Cascais vão ficar mais baratos já a partir do próximo mês e a poupança nos passes combinados pode chegar até aos 12 euros por mês. Para além disso, foram criados 1280 lugares de estacionamento gratuito junto às estações da CP e Governo reafirma ainda que a linha será alvo de obras de melhoramentos este ano. Em 2016 passaram pela linha de Cascais 25 milhões de passageiros, mais 2,9% que no ano anterior.

  • Edíficio histórico de Teerão desmorona-se durante incêndio
    1:20
  • Cantora da Lambada encontrada morta carbonizada

    Cultura

    A cantora brasileira Loalwa Braz Vieira, ícone da Lambada do fim dos anos 80 e intérprete da música "Chorando se foi", foi encontrada morta num carro incendiado em Saquarema, Rio de Janeiro. A notícia é avançada pela Globo.