sicnot

Perfil

País

Mais doentes transferidos entre hospitais do SNS para terem cirurgia a tempo

© Philippe Wojazer / Reuters

Mais de 7.000 doentes foram transferidos para outros hospitais, também do Serviço Nacional de Saúde (SNS), onde realizaram a cirurgia de que precisavam, evitando assim esperas maiores, de acordo com a Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS).


Segundo este organismo, as transferências de doentes entre hospitais do SNS ascenderam a 7.235 até meados de agosto de 2016.

Este valor representa "uma duplicação do fluxo de utentes entre instituições do SNS face ao período homólogo do ano anterior".

"Este aumento surge na sequência da criação do Programa de Incentivo à Realização de Atividade Cirúrgica dentro do SNS, que teve início em maio de 2016, e que conta já com a participação de 62 serviços cirúrgicos de 18 instituições hospitalares do SNS", lê-se na nota da ACSS.

Também foi registado um aumento da produção cirúrgica interna dos hospitais do SNS durante o primeiro semestre de 2016: mais 3,9 por cento.

A cirurgia de ambulatório cresceu sete por cento em relação ao período homólogo.

O Programa de Incentivo à Realização de Atividade Cirúrgica no SNS visa rentabilizar a capacidade cirúrgica instalada na rede de estabelecimentos públicos e está aberto a todas as instituições hospitalares do SNS que "reúnam condições para responder com eficácia e de forma atempada à população, de forma a cumprir os tempos máximos de resposta garantidos".

Lusa

  • Descida da TSU inconstitucional?
    2:37

    TSU

    Especialistas ouvidos pela SIC põem em causa a constitucionalidade da descida da Taxa Social Única dos patrões, como contrapartida pelo aumento do salário mínimo. Como se trata de um imposto pago pelas empresas, só o Parlamento pode decidir uma alteração nas taxas. Neste caso, o Governo decidiu sozinho.

  • Autocarro com seguranças atacado em Braga
    0:42

    Desporto

    Dois autocarros que transportavam elementos de uma empresa de segurança foram atingidos por tiros e pedras depois do jogo entre o Sporting de Braga e o Vitória de Guimarães. O ataque deu-se a poucos quilómetros do Estádio Municipal de Braga. A PSP e a PJ estiveram no local a recolher provas.