sicnot

Perfil

País

O tempo para hoje

O tempo para hoje

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para hoje nas regiões norte e centro céu geralmente muito nublado, diminuindo gradualmente de nebulosidade no Minho e Douro Litoral a partir da tarde, e apresentando-se pouco nublado nas regiões do interior até ao meio da manhã.

Prevê-se ainda períodos de chuva fraca ou chuvisco no litoral, sendo temporariamente moderada até final da manhã no Minho, estendendo-se gradualmente às regiões do interior, onde será pouco frequente, enquanto o vento soprará fraco a moderado do quadrante oeste.

O IPMA prevê também uma pequena subida da temperatura mínima, ao mesmo tempo de uma pequena descida da temperatura máxima.

Para o sul do país, é esperado céu pouco nublado, apresentando períodos de muita nebulosidade no litoral oeste a partir do início da manhã e no interior do Alentejo a partir do meio da manhã.

O vento também soprará fraco a moderado predominando de noroeste, sendo moderado (25 a 35 km/h) de sudoeste na costa do Algarve durante a tarde, assistindo-se a uma pequena descida da temperatura máxima no Alto Alentejo.

No arquipélago da Madeira, o IPMA prevê céu com períodos de muita nebulosidade, tornando-se geralmente muito nublado a partir do final da tarde com possibilidade de ocorrência de períodos de chuva fraca ou chuvisco.

Já nos Açores, e para os três grupos de ilhas, o céu vai apresentar-se muito nublado com boas abertas, mas com possibilidade de aguaceiros fracos para a noite.

No continente prevê-se que a temperatura máxima atinja os 33 graus Celsius em Faro; 32 em Beja; 31 em Évora; 27 em Lisboa, 30 em Santarém e Castelo Branco, Portalegre 28; 26 em Bragança; 25 em Coimbra; 22 em Viana do Castelo e no Porto.

  • Caixa multibanco assaltada em Portugal a cada dois dias
    2:43

    País

    O semanário Expresso conta que a mulher que morreu vítima de um disparo de agentes da PSP foi atingida pelas costas. O caso está a ser investigado pela PJ, que procura encaixar as peças da noite que acabou com uma morte inocente mas que começou com uma perseguição a um grupo de assaltantes de um multibanco. Assaltos que são cada vez mais comuns e que preocupam o Governo. A cada dois dias, uma caixa é assaltada.

  • Metro de Lisboa vai reduzir consumo de água

    País

    O Metro de Lisboa colocou em prática um programa para reduzir o consumo de água devido à situação de seca em Portugal, respondendo assim ao apelo do Ministério do Ambiente, segundo um comunicado divulgado este sábado.