sicnot

Perfil

País

Mais de 400 bombeiros combatem fogos em Sardoal e Abrantes

Dois incêndios estavam a ser combatidos ao início da noite por mais de 400 bombeiros no distrito de Santarém, um em Abrantes e outro em Sardoal, com o fogo a ameaçar algumas aldeias.

Em declarações à Lusa, o comandante Paulo Cardoso, do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém, disse que os operacionais no terreno têm estado a "concentrar a sua ação na defesa de pessoas e habitações", tanto em Abrantes como em Sardoal.

Referiu também que os dois incêndios "estão separados por cerca de dois quilómetros e lavram em zona de floresta mas com alguns aglomerados populacionais de pequenas aldeias".

Segundo Paulo Cardoso, "não há registo de habitações queimadas mas sim de alguns anexos agrícolas e quintais com lenha", tendo acrescentado que "apenas um bombeiro teve um ferimento ligeiro" e que "continua no terreno".

Com o cair da noite, observou, os meios aéreos desmobilizaram, cerca das 20:30, altura em que o combate "começou a ser dividido entre a parte florestal e a defesa de pessoas e bens".

Paulo Cardoso disse ainda que estão mais reforços "em trânsito" para Andreus, em Sardoal, cujo incêndio começou às 18:38 e mantinha duas frentes ativas duas horas depois, com equipas de Lisboa e Santarém do Grupo de Reforço para Incêndios Florestais (GRIF), o que "vai implicar um reforço de 68 homens no terreno".

Em Sardoal estavam, às 20:30, 79 operacionais apoiados por 24 viaturas.

O "vento forte e as condições do terreno" foram as duas principais dificuldades apontadas pelo responsável do CDOS nos dois locais.

O incêndio de maiores dimensões, que mantinha três frentes ativas às 20:30, lavra desde as 15h51 na freguesia de Fontes, concelho de Abrantes.

Este fogo, que deflagrou em zona florestal, estava a ser combatido às 20:30 por 350 bombeiros, apoiados por 109 viaturas.

Lusa

  • Corpos de portuguesas trasladados segunda-feira 
    1:27
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • Um encontro português (e inesperado) em alto mar
    2:38

    País

    A SIC tem estado a acompanhar a viagem de um navio-patrulha da Marinha Portuguesa, que está em missão de fiscalização junto à Terra Nova, no Canadá. Nos últimos dias, o navio cruzou-se com embarcações de Vila do Conde, um encontro inesperado e feliz para quem anda há mais de um mês em alto mar. 

  • Estado vai tomar posse de terras abandonadas

    País

    O Governo vai recorrer ao Código Civil para permitir que o Estado tome posse de terras ao abandono. À margem da entrevista ao Expresso, o primeiro-ministro anunciou que o Governo irá acionar o artigo 1345º do Código Civil, que estabelece que as coisas imóveis sem dono conhecido se consideram do património do Estado.

  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22