sicnot

Perfil

País

Governo da Madeira destaca desempenho da PSP e GNR durante os incêndios

O presidente do Governo da Madeira afirmou esta quarta-feira, no Funchal, que o desempenho da PSP e da GNR durante os incêndios que assolaram a região na segunda semana de agosto foi "inexcedível" e "ultrapassou o que era estritamente exigido".

Miguel Albuquerque deslocou-se esta manhã aos comandos regionais da Polícia de Segurança Pública e da Guarda Nacional Republicana para agradecer a atuação das corporações durante os incêndios que fustigaram a ilha da Madeira com particular incidência entre os dias 08 e 13 de agosto.

"Eu, em nome da população que represento, fiz questão de vir hoje à PSP e a GNR agradecer pessoalmente o empenho, a determinação e o trabalho destas pessoas em prol do nosso povo", declarou Miguel Albuquerque, sublinhando que qualquer povo deve ter sempre presentes duas coisas essenciais: a memória e o sentido de gratidão.

Na PSP, a comandante regional, Madalena Amaral, lembrou que 477 polícias de várias patentes estiveram diariamente evolvidos nas operações, os quais fizeram uma média diária de trabalho entre 12 e 18 horas de serviço.

"Paralelamente, e no âmbito das suas competências de órgão de polícia regional, foram sendo desenvolvidas diligências no sentido de salvaguardar os meios de prova e a identificação dos suspeitos ou envolvidos nas práticas criminais em causa", vincou.

Na sequência dos incêndios, dois homens foram detidos por suspeita de prática do crime de fogo posto e aguardam julgamento em prisão preventiva.

Ao nível da GNR, o comandante Ferraz Dias não quis avançar com dados estatísticos, mas salientou que a corporação respondeu com "prontidão, coragem, abnegação e provado espírito de sacrífico".

Ferraz Dias reiterou, por outro lado, a "total disponibilidade para servir a região e os madeirenses através da colaboração entendida como adequada".

Para já, a colaboração da GNR vai materializar-se no processo de estabilização e consolidação das encostas e arribas que perderam o coberto vegetal, através da valência de proteção e socorro, em particular os militares especializados em busca e resgate em montanha.

"Também no âmbito do Plano Operacional de Combate a Incêndios Florestais, vamos continuar a empenhar as nossas equipas em missões de vigilância e deteção de incêndios sob a coordenação do Serviço Regional de Proteção Civil", referiu.

Os incêndios na Madeira afetaram sobretudo o concelho do Funchal, onde fizeram três mortos e um ferido grave, centenas de desalojados e deslocados, bem como prejuízos em bens públicos e privados avaliados pela câmara municipal em cerca de 61 milhões de euros.

Lusa

  • "É pesado dizer a miúdos que ainda ontem os pais estavam a ensinar o atar ténis que vão ficar em prisão preventiva"
    2:49
  • Pecado da gula ameaça maior anfíbio do mundo

    Mundo

    O maior anfíbio do mundo está em sério risco de extinção. Iguaria muito apreciada no Oriente, a salamandra-gigante-da-China já praticamente desapareceu do seu habitat natural, concluiu uma pesquisa realizada durante quatro anos. Em contraste, milhões de animais são reproduzidos em cativeiro e têm como destino restaurantes de luxo.

  • Gases tóxicos expelidos pelo Kilauea ameaçam a população no Havai
    1:51
  • Gilberto Gil cancela atuação em Israel

    Cultura

    O músico brasileiro Gilberto Gil cancelou a atuação que tinha marcada para Telavive, em Israel, no dia 4 de julho, na sequência de protestos em Gaza durante os quais o exército daquele país matou 60 palestinianos.