sicnot

Perfil

País

Governo português condena lançamento de míssil balístico pela Coreia do Norte

O governo português condenou esta sexta-feira o lançamento de um míssil balístico realizado esta semana pelo regime da Coreia do Norte, frisando que tal manobra constitui "mais uma violação" das normas internacionais e agrava as tensões já existentes naquela região.

"O governo português condena o lançamento de um míssil balístico a partir de um submarino, realizado pela República Popular Democrática da Coreia, que constitui mais uma violação das obrigações internacionais definidas em diversas resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas e agrava as tensões já existentes na Península Coreana", referiu um comunicado divulgado hoje pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros português.

Na mesma nota, a diplomacia portuguesa apela ao fim de tais ações que "podem prejudicar a paz e a estabilidade regionais", bem como exorta o regime de Pyongyang "a retomar o diálogo com a comunidade internacional".

A agência de notícias sul-coreana Yonhap informou esta semana que Pyongyang tinha disparado um míssil balístico, a partir de um submarino, que conseguiu percorrer cerca de 500 quilómetros em direção do Japão.

Para os especialistas, tal manobra representa um claro avanço dos programas balísticos norte-coreanos.

Na quinta-feira, a Coreia do Norte qualificou como "um grande sucesso" o lançamento deste míssil balístico, com o líder norte-coreano, Kim Jong-un, a afirmar que Pyongyang passou a integrar "a primeira linha das potências militares totalmente equipadas com a capacidade de realizar ataques nucleares".

O lançamento norte-coreano está a ser encarado como uma resposta ao exercício militar de grande escala Ulchi Freedom Guardian que os Estados Unidos e a Coreia do Sul iniciaram na segunda-feira com a participação de 25.000 soldados norte-americanos e 50.000 sul-coreanos.

A Coreia do Norte, que sempre encarou estes exercícios conjuntos como um ensaio para a invasão do país, ameaçou com "um ataque nuclear preventivo".

Lusa

  • "De hoje em diante, só a América virá em primeiro lugar"
    3:20
  • As primeiras decisões do Presidente Trump
    1:39

    Mundo

    As primeiras decisões da era Trump não tardaram. O 45.º Presidente dos Estados Unidos da América já avançou com algumas medidas, entre elas, a confirmação dos nomes que vão compor a nova administração e a criação do Dia do Patriotismo.

  • Celebridades protestam contra Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.