sicnot

Perfil

País

"O país sabe que o BE é uma garantia de estabilidade"

A coordenadora bloquista, Catarina Martins, assegurou este domingo que enquanto se cumprir o compromisso de parar a austeridade e o empobrecimento, o BE não vai criar crise política, instabilidade ou incerteza, sendo uma "garantia de estabilidade".

No encerramento do fórum socialismo, a rentrée política do BE que começou sexta-feira e acabou hoje em Santa Maria da Feira, Catarina Martins acusou a direita de se resumir "a esconder a sua política e a anunciar o desastre do país", considerando que recusar este desastre "exige de todos uma outra forma de fazer política".

"O país sabe que o Bloco de Esquerda é uma garantia de estabilidade. Temos cumprido cada palavra do acordo que assinamos. E que ninguém duvide que enquanto se cumprir este compromisso com o povo de parar a austeridade e o empobrecimento, com medidas para servir o emprego, os salários, as pensões, não será o Bloco a criar crise política, instabilidade ou incerteza", assegurou.

Para a líder bloquista, "este tem que ser o tempo de políticas sólidas, consistentes, com continuidade, bem preparadas e por isso com possibilidade de sucesso".

Catarina Martins assume que "não tem sido fácil e já houve surpresas", como o exemplo do Banif, as ameaças das sanções, as dificuldades na CGD, a indefinição no Novo Banco, e as manobras no Banco de Portugal.

"Mas vejam o que todas estas surpresas e instabilidade têm tido em comum: o responsável foi sempre o sistema financeiro, a banca, a Comissão Europeia", sustentou.

Segundo a coordenadora do BE, "quando o Governo hesitou ou quando recuou, no caso do Banif ou da segunda resolução do BES, do Bloco veio sempre uma alternativa prática, tecnicamente forte e realizável".

"Não aceitamos que encerrem o país numa jaula de rendas e favores à finança. E trabalhamos todos os dias para libertar o país das garras do sistema financeiro", vincou.

Catarina Martins admite que "o caminho é estreito e em alguns momentos parece mesmo bloqueado", sendo a tarefa dos bloquistas "desbloquear e abrir caminho", sendo "cada dia um bico-de-obra".

A líder bloquista fez um resumo de um "fim de semana intenso", com 52 debates de variados temas, tendo este sido um dos fóruns Socialismo "mais participados de sempre", uma vez que ultrapassaram marca das 500 pessoas que passaram pela Escola Secundária de Santa Maria da Feira.

Catarina Martins aproveitou ainda o balanço para falar do painel no qual entrou o ativista luso-angolano Luaty Beirão, através da internet, para criticar os partidos com assento parlamentar -- PSD, PS, CDS-PP e PCP -- que foram ao congresso do MPLA.

"Sentimo-nos bem por ficar fora do congresso do MPLA. Nenhum interesse, nenhum negócio nos faria esquecer o que é essencial: liberdade já!", atirou.

Lusa

  • Oliveira Costa "era incompetente para todos os lugares em que eu o vi"
    3:12
    Quadratura do Círculo

    Quadratura do Círculo

    QUINTA-FEIRA 23:00

    O caso BPN esteve em destaque no programa Quadratura do Circulo desta quinta-feira. Pacheco Pereira relembrou que os maiores prejuízos são posteriores à nacionalização e responsabiliza José Sócrates. O Jorge Coelho disse que se fez justiça e que é uma prova que o Estado de direito português está a funcionar. Lobo Xavier garantiu também que Oliveira Costa era incompetente por natureza.

  • "O Brasil não parou e não vai parar"
    1:33

    Mundo

    O Presidente do Brasil diz ter condições para continuar à frente do Palácio do Planalto. Num vídeo publicado no Twitter, Michel Temer garante que o país não parou, nem vai parar, mas há uma nova gravação que pode comprometer o futuro do chefe de Estado.

  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • O humor de John Kerry nas críticas a Trump
    0:40

    Mundo

    John Kerry criticou as ligações de Donald Trump com a Rússia durante um discurso de abertura, na Universidade de Harvard. O ex-secretário de Estado norte-americano disse, em tom de brincadeira, que se os jovens querem vingar na política, devem primeiro aprender a falar russo.

  • O papel da religião no quotidiano
    24:57
  • Marcelo na peregrinação de Nossa Senhora de Fátima no Luxemburgo

    Mundo

    O Presidente da República participou esta quinta-feira, a título privado, na peregrinação em honra de Nossa Senhora de Fátima, na cidade luxemburguesa de Wiltz. Milhares de portugueses receberam Marcelo Rebelo de Sousa, que assistiu à missa e, durante alguns minutos, participou na procissão.