sicnot

Perfil

País

O tempo para hoje

O tempo para hoje

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para hoje céu pouco nublado ou limpo, apresentando períodos de maior nebulosidade no litoral a norte do Cabo Raso, até meio da manhã. Durante a tarde, aumento de nebulosidade nas regiões do interior, com possibilidade de ocorrência de aguaceiros.

O vento será fraco, soprando moderado de noroeste no litoral oeste, em especial a sul do Cabo Carvoeiro e durante a tarde, e moderado a forte de nordeste nas terras altas até meio da manhã.

O instituto prevê ainda uma pequena subida da temperatura máxima para hoje.

Para os Açores, e para a generalidade das nove ilhas, o IPMA prevê períodos de céu muito nublado com abertas e aguaceiros fracos.

Já para a Madeira, o IPMA prevê períodos de céu muito nublado, apresentando-se em geral pouco nublado nas vertentes sul da ilha da Madeira, com possibilidade de ocorrência de aguaceiros fracos até ao final da manhã nas vertentes norte da ilha da Madeira, além de uma pequena descida da temperatura máxima.

Segundo o IPMA as temperaturas máximas vão hoje atingir os 36 graus Celsius em Évora e Santarém; os 35 em Beja, Braga e Castelo Branco; 34 em Portalegre e Viseu; 33 em Vila Real; 32 em Faro, Bragança e Lisboa; 29 no Porto; 27 em Ponta Delgada, Angra do Heroísmo e Santa Cruz; e 26 no Funchal.

  • Passos nega que resultado das autárquicas ponham em causa liderança do PSD
    7:46
  • PS e PSD trocam acusações sobre Tancos
    1:18
  • Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Marcelo mergulha na baía de Luanda
    0:45
  • Marcelo garante que relações com Angola "estão vivas"
    1:50

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou esta segunda-feira as boas relações entre Portugal e Angola. À chegada a Luanda para a posse do novo Presidente angolano João Lourenço, o chefe de Estado português aproveitou para tomar um banho de mar.

  • Défice chegou aos 2.034 milhões em agosto
    1:51

    Economia

    O défice do Estado caiu 1.900 milhões de euros até agosto, em comparação com o ano passado. A recuperação da economia ajudou a baixar o défice, com mais receitas e impostos acima do esperado. Já a despesa pública ficou praticamente inalterada e os pagamentos do Estado em atraso subiram.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.