sicnot

Perfil

País

PS pede aos coordenadores locais que assumam o pagamento de despesas

A notícia faz capa no Jornal de Notícias de hoje, que diz que o partido atravessa várias dificuldades financeiras com um passivo de 21 milhões de euros e que está a deixar as concelhias e as federações do partido em guerra. De acordo com o JN, as distritais de Coimbra, Setúbal e Porto e as concelhias de Montemor-o-novo, Miranda do Corvo, Tábua e Oliveira do Hospital são as que reúnem maiores dificuldades.

O PS está em falência e a pedir aos coordenadores locais que assumam o pagamento de despesas para manterem as secções abertas.

Há várias iniciativas a serem canceladas por falta de verbas e despesas correntes como as da água e luz são asseguradas pelos dirigentes locais, sem qualquer apoio vindo do Largo do Rato, via federação distrital.

O Jornal de Notícias diz, ainda, que tentou contactar o responsável pelas finanças do partido Luís Patrão e a secretária-geral-adjunta Ana Catarina Mendes para obter um esclarecimento mas nenhum esteve disponível para comentar.

  • Nuno Melo diz que o Governo está a conduzir o País para o desastre
    0:48

    País

    Nuno Melo considera que o Governo de António Costa está a conduzir o país para o desastre e a arriscar um quarto resgate. Numa iniciativa do CDS-PP, em Peniche, o eurodeputado afirmou ainda que Bruxelas só considerou aplicar sanções a Portugal porque o PS decidiu formar Governo com a extrema esquerda.

  • PS desafia PSD a contribuir na preparação do Orçamento para 2017
    2:36

    Economia

    O Governo não espera dificuldades nas negociações com o Bloco de Esquerda e o PCP para o próximo orçamento do Estado. Ainda assim, deixa em aberto se vai ou não constar o aumento das pensões mais baixas, como exige a esquerda que sustenta o Executivo. Já o PS desafiou esta quinta-feira o PSD a dar um contributo de preparação do Orçamento e apresentar medidas alternativas.

  • Governo recomenda retirada de livros polémicos da Porto Editora

    País

    A Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género, "por orientação do ministro adjunto", recomendou hoje à Porto Editora a retirada do mercado dos blocos de atividades que fazem distinção entre rapazes e raparigas. O organismo considera que podem estar em causa a "diferenciação e desvalorização do papel das raparigas no espaço público e dos rapazes no espaço privado".

    Ricardo Rosa

  • Enfermeiros especialistas em saúde materna retomam protesto 

    País

    Os enfermeiros especialistas em saúde materna e obstetrícia voltam quinta-feira de manhã a interromper as funções especializadas, o que pode afetar blocos de parto e maternidades. Queixam-se de "falta de resposta política adequada" e "ausência de acordos sérios".

  • Cristas vaiada em bairro de Chelas
    1:44

    Autárquicas 2017

    Assunção Cristas promete mudanças na Gebalis, a empresa municipal que gere os bairros sociais em Lisboa. Esta manhã, a candidata do CDS à câmara visitou um bairro de Chelas, onde foi vaiada por alguns populares.

  • Prestação da casa aumenta pela primeira vez desde 2014
    1:17

    Economia

    Pela primeira vez em três anos, as taxas de juro do crédito à habitação, estão a subir. A subida é de apenas 1 euro, mas é a primeira desde 2014, depois de em maio deste ano ter estabilizado e em junho ter descido. A justificação para este aumento é a evolução das taxas euribor.

  • "Em vez de ajudarem, estavam a tirar fotos dela a morrer"
    1:13
  • Criança irrequieta domina noticiário britânico
    1:19