sicnot

Perfil

País

Proteção Civil alerta para risco de incêndio em "níveis muito elevado a máximo"

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) alertou esta sexta-feira para o risco de incêndio, em "níveis muito elevado a máximo", para os próximos dias, nas regiões do norte, centro interior e Algarve, devido ao tempo quente e seco.

O aviso à população da ANPC surge após o contacto com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) que prevê, para os próximos dias, temperatura máxima entre 34 e 40 graus, além dos valores da temperatura mínima superiores a 24 graus.

O vento vai soprar moderado e a humanidade relativa vai ser inferior a 30 por cento, até sábado, nas regiões do norte e centro interior e com valores inferiores a 20 por cento a partir de domingo, sendo as noites quentes e secas.

A Proteção Civil adianta que, a partir de domingo, é expectável um agravamento gradual das condições meteorológicas até terça-feira.

Em comunicado, a ANPC refere que os índices de risco de incêndio vão estar em "níveis muito elevado a máximo" nas regiões do norte, centro interior e do Algarve.

A ANPC realça que a eventual ocorrência e propagação de incêndios florestais são os efeitos expectáveis do tempo quente e seco e vento moderado.

A Proteção Civil sublinha que não é permitido, em todos os espaços rurais, realizar queimadas, nem fogueiras, utilizar equipamentos de queima e de combustão, queimar matos cortados, lançar balões com mecha acesa ou qualquer outro tipo de foguetes e fumar ou fazer lume nos espaços florestais.

Lusa

  • Atacantes de Barcelona "não estão a caminho da nossa fronteira"
    7:00

    Ataque em Barcelona

    O diretor da Unidade Nacional de Contraterrorismo da Polícia Judiciária esteve esta sexta-feira no Jornal da Noite para falar sobre o duplo atentado em Espanha. Luís Neves diz que o nível de ameaça em Portugal, perante os ataques, não foi alterado porque "não se detectou que tenha existido informação que possa colocar o nosso território em perigo".