sicnot

Perfil

País

Setenta burros de raça mirandesa em certame de valorização da espécie

Cerca de 70 burros de raça mirandesa participam na terça-feira no Concurso Regional de Raça Asinina de Miranda do Douro, avançou esta segunda-feira a organização do evento, liderada pela Associação para o Estudo e Proteção do Gado Asinino

Em declarações à agência Lusa, Miguel Nóvoa, secretário técnico da raça, disse que a iniciativa tem por objetivo avaliar a evolução e estado atual da raça asinina de Miranda e os progressos que se têm verificado no seu desenvolvimento genético.

Em todo o país estão registadas cerca de 800 fêmeas reprodutoras e cerca de meia centena de machos reprodutores.

Para o técnico, outro dos objetivos do concurso é o de proporcionar aos criadores a oportunidade de mostrarem o esforço que vêm desenvolvendo na seleção e valorização deste património genético "único".

"O despovoamento das aldeias e a mecanização da agricultura, que tanto alteraram a paisagem social do Planalto Mirandês a partir de meados do século passado, levaram à desativação desta feira durante alguns anos. Agora, é preciso dar-lhe um novo fôlego", frisou Miguel Nóvoa.

A AEPGA, enquanto entidade promotora do certame, propôs-se por isso revitalizá-lo e fazer dele "um evento-chave" para a valorização do Burro de Miranda, acrescentou.

O Concurso Regional da Raça Asinina de Miranda de terça-feira está marcado para recinto do Santuário da Nossa Senhora do Naso, no concelho de Miranda do Douro, distrito de Bragança, conta com a colaboração do município de Miranda do Douro e a orientação técnica da Direção Geral de Alimentação e Veterinária.

"Procura-se, simultaneamente, estimular os criadores para a produção de animais que, pelas suas características, bem-estar e qualidade de vida, possam contribuir para a promoção e dignificação desta raça, não só enquanto património genético, mas também enquanto património cultural", acrescentou Miguel Nóvoa.

Só se conseguem bons resultados no rejuvenescimento da população desta raça autóctone, que pode viver cerca de 40 anos, com o trabalho de longo prazo.

Lusa

  • Presidente do Conselho Europeu admite divergências com Trump

    Mundo

    O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, admitiu hoje que a reunião mantida em Bruxelas com o presidente norte-americano, Donald Trump, permitiu constatar pontos de concordância em várias áreas, mas também de discordância noutras, como clima, comércio e Rússia."

  • Mourinho volta a conquistar a Europa

    Liga Europa

    O Manchester United conquistou esta quarta-feira a Liga Europa pela primeira vez. Este foi o quarto título europeu para Mourinho, depois das conquistas da Taça UEFA, em 2002/03, e da Liga dos Campeões, em 2003/04 e 2009/10.

  • Mexicana vence ultramaratona a correr de sandálias e de saia

    Desporto

    Uma mexicana venceu uma ultramaratona de 50 quilómetros a correr de saia e sandálias de borracha. María Lorena Ramírez, de 22 anos, não é atleta profissional, nem recebeu treino específico para a Ultra Trail Cerro Rojo, prova que venceu, mas pertence à tribo Tarahumara, com uma longa e invulgar tradição de excelentes corredores.

    SIC

  • Marcelo diz que a Europa precisa de paixão
    2:36
  • Protestos e violência no Rio de Janeiro
    1:08