sicnot

Perfil

País

Dez doentes em isolamento no Porto devido a infeção com superbactéria

O centro hospitalar Conde Ferreira, no Porto, tem 10 doentes isolados com a mesma bactéria multiresistente que no último ano matou seis pessoas em hospitais portugueses.

A informação é avançada pelo Jornal de Notícias que acrescenta que as 10 pessoas contaminadas são proveninetes de outros hospitais com os quais a Santa Casa da Misericórdia do Porto tem parcerias.

A Santa Casa recusou adiantar quais são os hosptiais de origem dos doentes e garante que foram tomadas todas as medidas necessárias para evitar o contágio.

A bactéria multiresistente em questão foi responsável pela morte de 3 pessoas no hospital de Gaia há um ano e mais recentemente provocou outras 3 mortes no centro hospitalar e universitário de coimbra.

A Direção Geral de Saúde já está ao corrente da situação.

  • Samaris suspenso por três jogos

    Desporto

    O internacional grego do Benfica Samaris foi castigado com três jogos de suspensão pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, após ter sido instaurado um auto de flagrante delito por parte da Comissão de Instrutores.

    Em atualização

  • Costa de Metro de Odivelas para Lisboa para relembrar corrida entre burro e Ferrari
    2:55

    Autárquicas 2017

    António Costa começou hoje o dia de campanha em Odivelas, para uma viagem de Metro até Lisboa, em que recordou a célebre corrida entre um burro e um Ferrari que protagonizou em 1993 quando foi canditado do PS à Câmara de Loures. Foi nesta cidade, onde ontem à noite, que desferiu um violento ataque a Pedro Passos Coelho, acusando-o de transformar o PSD num partido que não é digno de um Estado democrático.

  • O aeroporto de Beja, um "elefante branco" na planície alentejana
    4:33
  • Paciente há 15 anos em estado vegetativo consegue seguir objetos e mexer a cabeça

    Mundo

    Um homem de 35 anos, que ficou em estado vegetativo após um acidente de viação há 15 anos, deu sinais de consciência depois de lhe ter sido aplicada uma nova técnica de estimulação nervosa. Cirurgiões implantaram no paciente um pequeno aparelho que estimula o nervo vago, responsável pela ligação nervosa entre o cérebro e o resto do corpo. A intervenção aconteceu em França e a descoberta foi publicada na revista científica Current Biology.