sicnot

Perfil

País

Resgatado pescador mordido por tubarão ao largo de Peniche

Um pescador foi esta quarta-feira mordido por um tubarão ao largo de Peniche e foi resgatado para terra de urgência, informou a Marinha.

O alerta foi dado a 150 milhas a oeste de Peniche pela embarcação da qual o pescador é tripulante, dando conta de que o homem de 55 anos, de nacionalidade portuguesa, "teria sido mordido por um tubarão numa perna e se encontrava com hemorragia controlada".

O Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa, em articulação com a Força Aérea Portuguesa e o Instituto Nacional de Emergência Médica - Centro de Orientação de Doentes Urgentes no Mar, iniciou então uma operação de resgate.

Um helicóptero da Força Aérea resgatou o tripulante para a base aérea do Montijo, seguindo daí de ambulância para o Hospital de São José, em Lisboa.

O pescador é tripulante da embarcação "Parma", de nacionalidade espanhola, mas costuma faz escala no Porto de Peniche (distrito de Leiria) para trocar de tripulação, fazer descarga de pescado ou reabastecer.

Lusa

  • "O bom senso obriga a acordo para a estabilização do sistema financeiro"
    2:06

    Economia

    O Presidente da República disse esta quarta-feira que "o bom senso obriga a que todos estejam de acordo para a estabilização do sistema financeiro". Num aparente recado a Passos Coelho, Marcelo apelou a um consenso de regime e avisou que "não há prazer tático que justifique o desgaste" provocado pelas divisões atuais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.