sicnot

Perfil

País

PCP reitera apoio à luta dos assistentes dos portos e aeroportos

O PCP reiterou esta quinta-feira o apoio à luta dos assistentes dos portos e aeroportos, sublinhando que se trata de um setor onde impera a precariedade e os baixos salários, com "uma degradação preocupante das condições de trabalho".

"A segurança dos 40 milhões de passageiros que passam anualmente pelos aeroportos nacionais depende de trabalhadores que sobrevivem com baixos salários, com horários e cargas de trabalho desumanos, que não têm hora, nem meia hora de refeição, que não têm balneários para se fardar (...), que enfrentam situações inaceitáveis na saúde, higiene e segurança no trabalho", afirmou o deputado do PCP Bruno Dias.

Numa declaração política na comissão permanente da Assembleia da República, que se realizou esta tarde, o deputado comunista sublinhou que os assistentes dos portos e aeroportos desempenham uma "atividade central" para o funcionamento da aviação civil, lamentando que sejam "vítimas das multinacionais a quem o Estado português entregou a atividade aeroportuária em concessão".

"É um setor onde impera a precariedade e os baixos salários, com um degradação preocupante das condições de trabalho", vincou.

Estes trabalhadores, insistiu, exigem "apenas o que é justo", nomeadamente a negociação de um contrato coletivo, com a criação de uma carreira profissional, balneários e salas de descanso, exames médicos.

Lusa

  • Traço contínuo às curvas
    2:42
  • Quando se pode circular pela esquerda? A GNR explica (e fiscaliza)
    5:46

    Edição da Manhã

    A regra aplica-se a autoestradas e outras vias com esse perfil mas dentro das localidades há exceções. A Guarda Nacional Republicana está a promover em todo o território nacional várias ações de sensibilização e fiscalização no sentido de prevenir e reprimir a circulação de veículos pela via do meio ou da esquerda quando não exista tráfego nas vias da direita. O major Paulo Gomes, da GNR, esteve na Edição da Manhã. 

  • Jovens impedidas de embarcar de leggings

    Mundo

    A moda das calças-elásticas-super-justas volta a fazer estragos. Desta vez nos EUA onde duas adolescentes foram impedidas de embarcar num voo da United Airlines devido à indumentária, que não cumpria com as regras dos tripulantes ou acompanhantes da companhia aérea norte-americana.

    Manuela Vicêncio

  • Cristas calcula défice de 3,7% sem "cortes cegos" das cativações
    0:45

    Economia

    Assunção Cristas diz que o défice de 2,1% só foi conseguido porque o Governo fez cortes cegos na despesa pública. Esta manhã, depois de visitar uma unidade de cuidados continuados em Sintra, a presidente do CDS-PP afirmou que, pelas contas do partido, sem cativações, o défice estaria nos 3,7%.

  • O pedido de desculpas de Dijsselbloem
    2:12

    Mundo

    O Governo português continua a mostrar a indignação que diz sentir perante as declarações do presidente do Eurogrupo. O ministro dos Negócios Estrangeiros português garante que com Dijsselbloem "não há conversa possível". Jeroen Dijsselbloem começou por recusar pedir desculpa mas depois cedeu perante a onda de indignação.