sicnot

Perfil

País

Diplomata da União Europeia na Tunísia esfaqueado em Lisboa pelo filho

Um diplomata da Delegação da União Europeia (UE) na Tunísia foi esfaqueado pelo filho, este sábado, em Lisboa, tendo sido internado no Hospital de São José, onde permanece, confirmou este domingo à agência Lusa fonte da PSP.

A notícia foi avançada este domingo à tarde pela Correio da Manhã TV, e confirmada pela PSP à Lusa, que disse que o homem, de 53 anos, terá sido esfaqueado pelo filho, de 23 anos, na rua Maria da Fonte, junto ao mercado do Forno do Tijolo, na freguesia de Arroios, em Lisboa.

O filho, que estuda na capital portuguesa, foi detido e será ouvido em tribunal, na segunda-feira de manhã, para serem definidas medidas de coação, disse a fonte policial.

A mesma fonte indicou que o representante da UE está internado no Hospital de São José.

A Lusa contactou o hospital, mas fonte oficial remeteu para segunda-feira a possível prestação de informações.

Lusa

  • Portugal com 3.ª maior dívida pública da UE

    Economia

    A dívida pública recuou, em termos homólogos, na zona euro e na União Europeia (UE), no primeiro trimestre, tendo Portugal registado a terceira maior dos 28 (130,5%), depois da Grécia e de Itália, divulga hoje o Eurostat.

  • Crianças no Daesh - 2ª Parte
    23:43
  • Montenegro e o futuro do PSD: "Não vou pedir licença para avançar"
    1:41

    País

    Luís Montenegro admite que se achar que é a pessoa ideal para a liderança do PSD, não vai pedir licença a ninguém para avançar. Em entrevista à SIC Notícias, o ex-líder parlamentar do PSD diz que está ao lado de Passos Coelho mas sublinha que é importante que haja uma clarificação na liderança do partido.

    Entrevista SIC Notícias

  • "Estes engenheiros não tiveram formação para exercer arquitetura"
    7:00

    País

    O Parlamento aprovou esta quarta-feira as propostas do PSD e do PAN para devolver aos engenheiros a possibilidade de assinarem projetos de arquitetura. Os aquitetos discordam da medida. José Manuel Pedreirinho, presidente da Ordem dos arquitetos, esteve na Edição da Noite da SIC Notícias para falar sobre o assunto.

    Entrevista SIC Notícias

  • "Foi uma grande honra ser deputado"
    1:23

    País

    Alberto Martins vai deixar a vida política, o socialista renunciou esta quarta-feira ao cargo de deputado, que ocupava há 30 anos, com algumas interrupções. Alberto Martins desempenhou funções de ministro da Reforma do Estado no segundo Governo de António Guterres, e de ministro da Justiça no segundo Executivo liderado por josé Sócrates. O socialista vai ser substituído por Hugo Carvalho.