sicnot

Perfil

País

Bilhetes dos transportes de Lisboa podem vir a ser comprados pelo telemóvel

A Transportes de Lisboa, que engloba o Metropolitano, a Carris e a Transtejo, vai lançar, "muito brevemente", um projeto-piloto para a compra de títulos de viagem através de um sistema instalado no telemóvel, anunciou esta terça-feira o presidente da empresa.

"Estamos a trabalhar numa desmaterialização [...], numa ótica de complementaridade, da forma de pagar as viagens, que não seja através de um cartão virtual, como é o caso do Lisboa Viva, mas para passar a ser também através de um sistema que está no nosso telemóvel", revelou Tiago Farias.

Falando na conferência "Mobilidade Sustentável em Lisboa", que decorre na reitoria da Universidade de Lisboa, o administrador do Metropolitano, da rodoviária Carris e da Transtejo indicou que serão lançados "muito brevemente" os "primeiros projetos-piloto".

"Tudo tecnologia portuguesa", frisou Tiago Farias.

Fazendo um ponto de situação sobre a atividade da empresa Transportes de Lisboa, o responsável referiu que se está a "inverter um processo que estava mais orientado para a sustentabilidade financeira".

"Estamos concentrados naquilo que consideramos que é o maior desafio que a Carris, o Metro e a Transtejo têm, que é melhorar e recuperar a qualidade do serviço que oferecem aos seus utilizadores, mas estamos, em paralelo, a fazer parte da visão estratégica da cidade de Lisboa", precisou Tiago Farias.

Nesse âmbito, o representante apontou que será lançado, "em outubro", um sistema de 'wi-fi' para os transportes da cidade.

"Está tudo bem encaminhado para tal", observou.

Ao mesmo tempo, "estamos a trabalhar em sensores que permitam reduzir a fraude que existe muito nos sistemas abertos, como é o caso dos autocarros, [...] e muito brevemente vamos fazer uma apresentação".

A empresa está ainda a "preparar uma candidatura muito grande" com vista à obtenção de fundos comunitários para a aquisição de autocarros com "energia mais limpa", adiantou.

O objetivo é conseguir uma "renovação em grande escala da frota", salientou Tiago Farias.

Todas estas medidas fazem parte de uma visão da empresa para "construir o futuro", adiantou o administrador, reconhecendo, contudo, que este é um "processo que demora tempo".

"Não se compram autocarros num mês, não se constrói uma linha ferroviária num ano, nem sequer se montam sistemas de 'bike sharing' em três semanas", exemplificou.

Lusa

  • Nascentes do Douro e Tejo estão praticamente secas
    2:55
  • "Para ele, um 'não' não foi suficiente"
    3:39
  • "Diálogos" de Catarina Neves duplamente premiado no festival Muvi
    2:12
  • Isabel II e Filipe de Edimburgo celebram 70 anos de casamento
    0:44

    Mundo

    A rainha Isabel II de Inglaterra e Filipe de Edimburgo celebram hoje 70 anos de casamento. Em dia de comemoração, o Palácio de Buckingham divulgou novas fotografias do casal cuja união é a mais duradora dentro das casas reais. Isabel casou com 21 anos. Seis anos depois foi coroada rainha por ocasião da morte do pai. A rainha e o marido têm quatro filhos, entre eles o herdeiro ao trono, Carlos, oito netos e cinco bisnetos.

  • Um negócio familiar destruído pelas chamas
    8:36