sicnot

Perfil

País

Serviços Prisionais abrem inquérito a morte de reclusos em Paços de Ferreira

A Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais informou esta terça-feira que vai abrir um inquérito interno às mortes de dois reclusos no Estabelecimento Prisional de Paços de Ferreira, ocorridas nas últimas 24 horas.

Em resposta a questões colocadas pela agência Lusa, a Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais referiu que na segunda-feira "foi encontrado inanimado na cela um recluso, tendo sido imediatamente chamados os elementos dos serviços de saúde do estabelecimento, que iniciaram manobras básicas de reanimação até à chegada do INEM, que confirmou o óbito.

"A ocorrência foi comunicada às autoridades policiais e o corpo foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal de Penafiel para autópsia, aguardando-se os resultados da mesma para apurar a causa da morte, que, preliminarmente, apontarão para problemas cardíacos", refere na resposta a Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais.

Na madrugada de hoje, um outro recluso foi encontrado enforcado na cela, tendo, segundo a Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais, o INEM confirmado o óbito e corpo sido enviado para o Instituto de Medicina Legal de Penafiel para autópsia.

Os reclusos mortos tinham 49 e 38 anos de idade, respetivamente.

O primeiro estava condenado a uma pena de seis anos e 10 meses de prisão e o segundo a uma pena de 21 anos.

Segundo um relatório do Conselho da Europa, divulgado em março, a taxa média de mortes nas prisões em Portugal era de 43,4%.

Já a taxa de suicídio, que representa a segunda causa de morte nas prisões, representou em Portugal 9,1 por 10.000 reclusos em 2013, refere o mesmo relatório.

O último Relatório Anual de Direitos Humanos do Departamento de Estado norte-americano apontava que as condições e sobrelotação das cadeias em Portugal representam, em 2015, um problema de Direitos Humanos.

Lusa

  • Um dos dois reclusos feridos em Sintra continua internado

    País

    Dois reclusos do Estabelecimento Prisional de Sintra receberam assistência hospitalar, encontrando-se um ainda internado, na sequência de confrontos entre sete presos, na manhã de domingo, confirmou esta segunda-feira a Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP).

  • Apreendidos 1.756 telemóveis a reclusos em 2015
    2:29

    País

    Na sequência das imagens publicadas hoje da "festa" na prisão de Sintra, três reclusos foram colocados em regime de segurança. O diretor-geral dos Serviços Prisionais diz que não pode garantir que estas situações não se repitam noutras cadeias. Contudo, assegura que vão ser reforçados os meios para combater a entrada de drogas e telemóveis nas prisões. O sindicato dos guardas diz que o problema é precisamente a falta de efetivos e a inevitável falta de controlo. Em 2015, foram apreendidos 1.756 telemóveis a reclusos e a apreensão de droga aumentou 142%.

  • Manuel Delgado demitiu-se devido a "grave violação da privacidade"

    País

    O ex-secretário de Estado da Saúde diz que apresentou a demissão para "não perturbar nem criar qualquer tipo de embaraço ao normal funcionamento do Governo". Num comunicado, Manuel Delgado esclarece que foi remunerado pelo trabalho de consultor na Raríssimas "muito antes" da entrada no Governo e acrescenta que respeitou na íntegra todo o quadro legal e ético.

  • O que vai mudar nos recibos verdes
    2:55

    Economia

    Os trabalhadores independentes vão descontar menos para a Segurança Social já no próximo ano. A taxa vai descer dos 29,6% por cento para os 21,4%. A descida será compensada por um aumento das contribuições pagas pelos patrões. Há também alterações em caso de desemprego e o subsídio de doença passa a ser pago ao fim de 10 dias em vez de 31.

  • Tripulantes da TAP acusam companhia de desrespeitar compromissos
    3:16

    Economia

    O Sindicato que representa os tripulantes da TAP acusa a empresa de estar a violar a lei. A companhia aérea portuguesa denunciou unilateralmente o acordo de empresa com os tripulantes e apresentou novas condições, que o sindicato considera indignas. Diz que os tripulantes fizeram esforços pela companhia no verão e que agora estão a ser desrespeitados.

  • Uma "Árvore da Esperança" pelas vítimas dos fogos
    2:01
  • Bebé nasce com coração fora do peito e sobrevive
    2:06
  • Zapatou volta a eleger os melhores vídeos da internet
    6:28