sicnot

Perfil

País

Universidade Nova de Lisboa entre as 50 melhores do mundo

A Universidade Nova de Lisboa subiu quatro lugares no "ranking" QS Top 50, que hierarquiza as 50 melhores universidades do mundo com menos de 50 anos, e é a única instituição portuguesa na lista, anunciou esta terça-feira a instituição.

A Nova ocupa a 41.ª posição, depois de no ano passado ter descido para a 45.ª, uma queda em relação a 2014, quando ocupou o 36.º lugar.

É o quarto ano consecutivo em que a universidade repete a presença na lista, elaborada a partir do chamado QS University Rankings, que usa indicadores como o número de citações obtidas pelas publicações científicas, o rácio professor-aluno ou o número de estudantes e docentes estrangeiros, diz-se no comunicado.

No comunicado a Nova salienta que lidera a nível nacional nos critérios de internacionalização do corpo docente e de alunos, no rácio professor-aluno e na reputação junto dos empregadores.

António Rendas, reitor da Universidade, citado no documento frisa a "capacidade acrescida (da instituição) para produzir investigação relevante, proporcionar um ensino de qualidade internacional e obter reconhecimento junto da comunidade académica".

Lusa

  • Feira de emprego em Lisboa conta com 73 empresas
    2:26

    Economia

    São mais de 1500 oportunidades de trabalho disponíveis para os alunos da Universidade Nova de Lisboa. É a oferta de 70 empresas nacionais e estrangeiras que hoje estão presentes na feira de emprego da Nova School of Business and Economics. O evento decorre durante todo o dia e conta com a participação de 73 empresas nacionais e internacionais, sendo esta a maior adesão de sempre.

  • ANACOM apresenta recomendações para melhorar redes de telecomunicações
    1:17

    País

    A ANACOM entregou um conjunto de recomendações ao Governo, Parlamento, municípios e operadores de telecomunicações. A autoridade reguladora em Portugal das comunicações eletrónicas propõe que os cabos aéreos de telecomunicações sejam substituídos por cabos subterrâneos, entre outras coisas. O objetivo é impedir que as redes fiquem em baixo perante incêndios ou outras catástrofes.

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.

  • Atividade económica regista crescimento

    Economia

    A atividade económica portuguesa está a crescer ao maior ritmo dos últimos 17 anos. O crescimento registado em setembro é o mais elevado desde janeiro de 2000. Já o consumo privado registou uma diminuição face a agosto.

    SIC