sicnot

Perfil

País

PSD diz que mais ciclovias "é ofensivo" para os lisboetas

O vereador do PSD na Câmara de Lisboa António Prôa considerou esta quinta-feira que o anúncio de mais 150 quilómetros de ciclovias na cidade "é ofensivo" para os lisboetas e "em nada contribui" para resolver os problemas de mobilidade.

"O anúncio do investimento em 150 quilómetros de ciclovias é ofensivo para a maioria dos lisboetas que diariamente sofrem com o trânsito que se agrava, com os transportes que não têm e com as intervenções precipitadas na cidade com que são confrontados", refere António Prôa numa nota enviada à agência Lusa.

Na terça-feira, o vereador da Estrutura Verde da Câmara de Lisboa, José Sá Fernandes, anunciou que Lisboa vai contar com mais 150 quilómetros de ciclovias, que irão "atravessar a cidade toda, transversalmente", e que devem estar disponíveis até 2018.

Para o PSD, as novas ciclovias "em nada contribuem para resolver os problemas de quem tem de se deslocar diariamente das zonas limítrofes para a cidade de Lisboa para trabalhar ou estudar, faça sol ou faça chuva".

Assim, António Prôa acusa a liderança do executivo municipal (de maioria socialista) de tratar a questão das ciclovias como "folclore", pois revela um "provincianismo de querer fazer igual ao estrangeiro, esquecendo as diferenças é preocupante e revela complexos não resolvidos".

Ressalvando que "as ciclovias podem e devem ser uma realidade", o social-democrata vinca que esta iniciativa "não pode servir para campanhas, para ficar bem na fotografia, quando não se resolvem problemas sérios de mobilidade na cidade, antes se agravam".

Assim, o autarca advoga que a despesa "será de muitos milhões de euros, que não poderão ser investidos para resolver os problemas do trânsito cada dia mais caótico na cidade de Lisboa".

Aquando do anúncio desta medida, o vereador José Sá Fernandes afirmou que "no primeiro semestre de 2017 muita da rede principal estará concluída", admitindo que "algumas zonas poderão saltar para final de 2017 ou mesmo início de 2018".

Estes 150 quilómetros juntam-se aos 60 já existentes na cidade e abrangerão o eixo marginal, eixo Benfica-Braço de Prata, o Eixo Central (entre as avenidas Fontes Pereira de Melo e da República), Olivais, a circular exterior do concelho e, ainda, o eixo Alcântara-Luz.

Esta "rede principal será complementada com uma rede secundária", apontou o responsável, acrescentando que o objetivo é "unir a cidade inteira", visto que a rede será conjugada com "zonas 30, permitindo a coexistência da bicicleta com o carro".

"Os anúncios efetuados pelo presidente da Câmara Municipal de Lisboa na área da mobilidade são incoerentes relativamente à prática da maioria que governa a Câmara", continua Prôa, considerando que "a única ação concretizada por esta maioria em matéria de circulação viária foi a desastrosa intervenção na rotunda do Marquês de Pombal e Avenida da Liberdade, que provocou o agravamento do tráfego naquela zona".

Prôa acusa o município de "não fazer a sua obrigação e não resolver problemas com os meios de que dispõe", nomeadamente através da fiscalização de cargas e descargas, evitando estacionamentos em segunda fila, aumentando a extensão das faixas BUS ou fiscalizando as zonas de emissões reduzidas.

Lusa

  • DJ Avicii morre aos 28 anos

    Cultura

    Tim Bergling, conhecido por Avicii e um dos mais famosos DJ's do mundo, morreu aos 28 anos. A notícia foi avançada pelo site TMZ, que adianta que o DJ e produtor sueco foi encontrado morto esta sexta-feira em Muscat, em Omã, e os detalhes da morte ainda não são conhecidos.

    SIC

  • "Não andámos a tomar calmantes, nem a dar abracinhos"
    0:52

    Desporto

    Rui Vitória recusa atirar a toalha ao chão. O treinador do Benfica acredita que ainda muito pode acontecer e revela a motivação da equipa depois da derrota com o FC Porto na Luz, que levou à perda da liderança a quatro jornadas do fim.

  • Porque erram os árbitros?
    2:03

    Desporto

    Num momento em que a polémica em redor da arbitragem está acesa e que nem o videoárbitro parece ter contribuído para a pacificar o futebol, em Leiria juntaram-se treinadores e homens do apito para se entender porque erram os árbitros.

  • "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos"

    Mundo

    "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos", esta foi apenas uma das declarações de Karl Lagerfeld sobre as denúncias de abuso sexual, que estão a marcar o mundo do cinema, da música e da moda. Numa entrevista, o diretor criativo da Chanel e da Fendi declarou mesmo que estava farto do #MeToo, o movimento usado para denunciar estes casos de abusos por todo o mundo.

    SIC

  • Viagem de balão para ver as cerejeiras em flor
    14:27
  • Niassa foi o 4.º lince-ibérico libertado a ser atropelado em Portugal
    1:33

    País

    Uma fêmea de lince-ibérico foi encontrada morta com sinais de atropelamento na A22, próximo de Olhão. A fêmea, criada em cativeiro, tinha sido libertada no Vale do Guadiana em fevereiro de 2017. É o quarto lince-ibérico, que tinha sido libertado na natureza, que morre atropelado em Portugal.

  • "Há uma aceitação do lince no território"
    3:33

    País

    Apesar de já se terem registado em Portugal quatro atropelamentos de linces libertados na natureza, em entrevista à SIC, Pedro Rocha, do Departamento do Alentejo do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), disse que o programa de reintrodução "tem corrido bastante bem", não só devido às condições do habitat e disponibilidade de alimento, mas também porque "há uma aceitação do lince no território". Desde 2015, foram libertados no Vale do Guadiana 33 linces e 16 já nasceram em estado selvagem.

  • EUA acusam Síria de tentar apagar provas de alegado ataque químico em Douma
    1:28
  • Já pode escolher uma morte amiga do ambiente

    Mundo

    Preocupa-se com o ambiente? Recicla? Prefere andar a pé ou partilhar transportes? Então saiba que a partir de agora a morte também pode ser amiga do ambiente. Desde caixões degradáveis de vime a cremação líquida, já é possível diminuir o impacto ambiental da morte.

    SIC

  • O "anjo" que quer ensinar raparigas a programar
    2:59