sicnot

Perfil

País

PJ detém suspeitos de homicídio em Vila Velha de Ródão

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta quinta-feira a detenção de dois homens, de 20 e 23 anos, suspeitos de dois crimes de homicídio qualificado, em Vila Velha de Ródão, na madrugada de domingo.

Em comunicado, a Diretoria do Centro da PJ refere que identificou e deteve dois homens, como sendo os presumíveis autores de dois crimes de homicídio, um consumado e outro na forma tentada, cometidos com arma de fogo.

"Os factos ocorreram junto à Barragem do Fratel, em Vila Velha de Ródão, num local ermo, para onde as vítimas foram atraídas pelos suspeitos. Um dos autores estava envolvido com as duas vítimas em negócios relacionados com o tráfico de estupefacientes, que vieram a estar na origem dos crimes", lê-se na nota.

Um homem de 31 anos morreu na madrugada de domingo, perto da barragem de Fratel, em Vila Velha de Ródão, distrito de Castelo Branco, depois de ter sido atingido por um disparo de uma arma de fogo.

A outra vítima, outro homem, de 25 anos, sofreu ferimentos ligeiros e foi transportado para o Hospital de Portalegre.

Segundo a PJ, um dos detidos tem já antecedentes criminais.

Os dois homens, de 20 e 23 anos, vão ser presentes a primeiro interrogatório judicial para aplicação de medidas de coação tidas por adequadas.

Lusa

  • Incêndios em Portugal - um mês depois
    9:10

    Reportagem Especial

    Regressar a casa para refazer a vida é tudo o que querem as famílias a quem o fogo levou quase tudo, há cerca de um mês. Contudo, esse regresso não tem sido fácil. Depois dos incêndios, famílias e empresas ainda têm de vencer as burocracias. A Reportagem Especial deste sábado regressa a Seia, onde arderam mais de 70 casas de primeira habitação e onde a vida de muitos parece ter entrado num impasse.

  • Caixa multibanco assaltada em Portugal a cada dois dias
    2:43

    País

    O semanário Expresso conta que a mulher que morreu vítima de um disparo de agentes da PSP foi atingida pelas costas. O caso está a ser investigado pela PJ, que procura encaixar as peças da noite que acabou com uma morte inocente mas que começou com uma perseguição a um grupo de assaltantes de um multibanco. Assaltos que são cada vez mais comuns e que preocupam o Governo. A cada dois dias, uma caixa é assaltada.

  • Metro de Lisboa vai reduzir consumo de água

    País

    O Metro de Lisboa colocou em prática um programa para reduzir o consumo de água devido à situação de seca em Portugal, respondendo assim ao apelo do Ministério do Ambiente, segundo um comunicado divulgado este sábado.