sicnot

Perfil

País

Sócrates "absolutamente emocionado" com recomendação de Guterres para líder da ONU

O antigo primeiro-ministro José Sócrates diz que assistiu "absolutamente emocionado", como todos os militantes do PS, à recomendação de António Guterres para secretário-geral das Nações Unidas.

"Para quem partilhou toda a vida política com António Guterres, isto foi um momento de grande felicidade", declarou sexta-feira à noite, à margem da conferência "Conversas da República", promovida pelo PS/Vila Nova de Famalicão.

Referindo que António Guterres não precisa de quem lhe venha "de novo" sublinhar as virtudes de uma inteligência e cultura política, porque já "todos" o fizeram, José Sócrates frisou ter ficado "muito contente" pelo facto de o Conselho de Segurança ter recomendado um político e não um alto funcionário para o cargo.

"Acho que isso é o melhor elogio que podiam ter feito à própria política internacional e ao próprio António Guterres", frisou.

O Conselho de Segurança das Nações Unidas escolheu na quinta-feira, por unanimidade e aclamação, António Guterres como secretário-geral da organização internacional, devendo agora a escolha ser ratificada pela Assembleia-Geral da organização, que se realiza na próxima quinta-feira.

O ex-primeiro-ministro português foi designado como o único candidato recomendado pelo Conselho de Segurança para ocupar o cargo a partir de 01 de janeiro de 2017, sucedendo ao sul-coreano Ban Ki-moon.

Lusa

  • "Hoje vi chover lume"
    3:57
  • A Minha Outra Pátria
    29:53
  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24

    Economia

    Milhares de clientes da Caixa Geral de Depósitos (CGD), que até aqui estavam isentos de qualquer pagamento, vão começar a pagar quase 5 euros por mês por comissões de conta. A medida abrange também reformados e pensionistas e entra em vigor já em setembro. Ainda assim, os clientes com mais de 65 anos e uma pensão inferior a 835 euros por mês continuam isentos.

  • O apelo da adolescente arrependida de ir lutar pelo Daesh

    Daesh

    Uma adolescente alemã que desapareceu da casa dos pais, no estado da Saxónia, esteve entre os vários militantes do Daesh detidos este fim de semana na cidade iraquiana de Mossul. Arrependida do rumo que deu à sua vida, deixou um apelo emocionado em que expressa, repetidamente, a vontade de "fugir" e voltar para casa.

    SIC