sicnot

Perfil

País

Ministro diz que manifestação não é justa porque houve sempre diálogo

Ministro diz que manifestação não é justa porque houve sempre diálogo

O ministro do Ambiente considera injusto o protesto dos taxistas que hoje se realiza em Lisboa. João Matos Fernandes diz que o protesto é legitimo e que o governo nao vai recuar no processo de regulamentação das empresas de transporte que operam via plataforma electronica.

  • "Não faz sentido fazer a suspensão neste momento"
    1:20

    País

    O ministro do Ambiente admite mudanças no decreto-lei que vai regulamentar a atividade das empresas de transporte que operam via plataformas electrónicas.João Matos Fernandes rejeita suspender os serviços de empresas como a Uber e Cabify enquanto decorre o processo de regulamentação, que deverá estar concluído este ano.

  • "Há direito à manifestação. Pacífica, serena"
    0:51

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa sublinha que as manifestações pacíficas são um direito consagrado na constituição. O Presidente da República não quis comentar o protesto dos taxistas, mas espera que haja serenidade e espírito cívico durante a ação de protesto.

  • Governo admite subir preço da água para promover a poupança
    3:48

    Economia

    O Governo admite aumentar o preço da água para promover a poupança, numa altura em que o país está em seca extrema. Contudo, a eficácia da medida está comprometida pelo menos no imediato. Qualquer mexida no preço só poderá acontecer em 2019 porque as tarifas do próximo ano já estão decididas.

  • Comprar um carro em segunda mão sem ser enganado 
    8:44
  • Cobra encontrada em comboio na Indonésia
    0:26

    Mundo

    Um passageiro usou as próprias mãos para retirar uma cobra que estava dentro de um comboio em Jacarta, na Indonésia. O vídeo foi gravado por um passageiro na passada terça-feira, 21 de novembro. A cobra estava na parte de cima da carruagem. Algumas testemunhas dizem que o réptil escapou da bagagem de um dos passageiros.

  • Pense bem antes de beijar um colega

    Mundo

    O tribunal da província espanhola de Huesca aceitou o pedido de indemnização de uma mulher que foi vítima de assédio sexual por parte de um colega de trabalho. A mulher terá pedido boleia ao colega que, dentro do carro, lhe passou a mão pelas pernas, mas não ficou por aí.

    SIC