sicnot

Perfil

País

Quatro voos cancelados no Porto devido ao nevoeiro

O nevoeiro intenso levou hoje ao cancelamento de quatro voos e a "muitos atrasos" no aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, revelou à Lusa o porta-voz da ANA, Aeroportos de Portugal.

Em declarações à Lusa, Rui Oliveira esclareceu que as "más condições de visibilidade" no aeroporto, devido ao "nevoeiro", se registaram entre as 02:15 e as 11:10 de hoje.

A situação provocou o cancelamento de dois voos que se destinavam ao Porto e de dois que pretendiam sair da cidade.

De acordo com o porta-voz, os cancelamentos aconteceram "num voo da Ryanair e noutro da Vueling", que deviam ter chegado ao Porto, e em "dois voos da TAP", que deviam ter saído do Porto em direção a Lisboa.

Os condicionamentos na circulação no aeroporto acabaram por volta das 11:10, mas mantiveram-se "muitos atrasos", indicou Rui Oliveira.

O porta-voz acrescentou que a situação em nada está relacionada com o protesto de hoje dos taxistas, em Lisboa, onde os manifestantes cortaram o acesso ao aeroporto Humberto Delgado.

Lusa

  • Autarca garante que não houve "touros de fogo"

    País

    O presidente da Câmara de Benavente disse esta segunda-feira à Lusa que a atividade "touros de fogo" foi retirada do programa da Festa da Amizade depois de recebido um parecer desfavorável da Direção-Geral de Veterinária.

  • Presidente do Brasil formalmente acusado de corrupção

    Mundo

    O Procurador-Geral da República do Brasil apresentou na noite de segunda-feira ao Supremo Tribunal Federal uma denúncia contra o Presidente Michel Temer e o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) pelo crime de corrupção passiva.

  • Reconquista de Mossul ao Daesh pode estar para breve
    1:27
  • Homem fala ao telefone com o filho que pensava estar morto

    Mundo

    Um norte-americano que tinha estado presente no funeral do filho recebeu, 11 dias depois, uma chamada telefónica de um homem que o pôs em contacto... com o filho que havia enterrado semana e meia antes. Tudo por causa de um erro do gabinete de medicina legal.