sicnot

Perfil

País

A entrevista a Assunção Cristas

Entrevista completa

A entrevista a Assunção Cristas

Assunção Cristas diz que o CDS-PP vê o exercício orçamental como um exercício de escolhas e assume que os centristas seguiriam opções diferentes das dos socialistas. A presidente do CDS-PP critica o primeiro-ministro pelo fraco crescimento económico e diz que António Costa deveria assumir os erros que cometeu. A dirigente centrista foi a terceira líder partidária a ser entrevistada no Jornal da Noite, depois de Pedro Passos Coelho e Catarina Martins. No próximo dia 25 é a vez do secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa.

O que disse Assunção Cristas:

Orçamento do Estado 2017

"No CDS olhamos para este exercício orçamental como um exercício de escolhas"
"Na nossa perspetiva as escolhas seriam outras"
"Não nos foi dito nada de muito substancial, seria um caminho muito continuado em relação a 2016"
"Estamos a aguardar para saber na sexta-feira o que o Orçamento nos traz"
"Falta dinheiro que vem do crescimento económico, ficaria bem ao primeiro-ministro assumir que errou"
"Esses impostos são aqueles que tocam em todas as pessoas de forma igual, sem saber se têm mais ou menos dinheiro"
"O gasóleo e a gasoina afetam diretamente a classe média"
"A dívida do Serviço Nacional de Saúde é o dobro de há um ano"
"A tendência de diminuição da dívida que vinha a acontecer inverteu-se"

O que faria diferente deste Governo?

"O que estava no programa da coligação era a rersão da austeridade"
"O que era importante na nossa perspetiva era manter incentivos ao investimento"

Conta com a aprovação do Orçamento do Estado?

"Não tenho dúvida alguma sobre a aprovação deste Orçamento"
"O que vemos parece uma peça encenada, não sabemos se estão de acordo ou combinaram estar em desacordo"
"Todos são responsáveis pelo Orçamento que vier a ser aprovado"

Casamento PSD-CD?

"Há obviamente espaço para apresentar propostas em conjunto com o PSD"
"Não achamos que faça sentido dizer só que está errado, faz sentido apresentarmos propostas"

Propostas do CDS para o Orçamento do Estado

"Estaremos ativamente procurando pontos onde as pessoas não percebem porque os partidos não se entendem"
"Há muita gente na área do Centro que fica perplexa com esta radicalização à Esquerda"
"Vemos quemempre se arrogou como defensor dos serviços públicos estar calado por falta de dinheiro"

Candidatura à Câmara de Lisboa

"Candidato-me por achar que Lisboa merece ter um projeto diferente do que existe agora"
"A primeira preocupação do CDS é ter um projeto à altura das necessidades dos lisboetas"
"O meu gosto pela Câmara de Lisboa é antigo e já tinha falado com Paulo Portas sobre isso"
"Naturalmente conversei com Paulo Portas como conversei com os militantes"
"Conversei com o PSD antes da decisão ser tornada pública"
"Já há muito tempo que não nos candidatamos sozinhos em Lisboa e era importante"
"Conversei com o professor Carmona Rodrigues várias vezes como tenho falado com outras pessoas"
"O apoio de Carmona Rodrigues é relevante e o CDS está aberto a outros apoios da sociedade civil"
"O que me mobiliza é um projeto que seja o contraponto do projeto de Fernando Medina"
"Muito do que defendemos a nível nacional tem em Lisboa um espaço para ser concretizado"

  • CDS quer que Governo revele detalhes do negócio do Novo Banco
    0:46

    Economia

    O CDS considera fundamental que o Governo revele os detalhes do negócio do Novo Banco para que pare com a especulação. Os centristas guardam uma posição política para depois de serem conhecidos os pormenores e lembram, mais uma vez, que o Executivo tem uma maioria parlamentar de Esquerda que o apoia.

  • ASAE faz doação de roupa apreendida
    1:15

    País

    A ASAE doou cerca de 200 peças de vestuário à Associação CAIS, apreendidas em ações de fiscalização. O valor destas peças é de quase 10 mil euros. Em 2016, a ASAE fez 100 ações de doação, um total de aproximadamente 14 mil peças.

  • PSD tem dúvidas sobre legalidade da taxa de proteção civil de Lisboa
    0:33

    País

    O PSD disse esta quarta-feira que a taxa de proteção civil da Câmara de Lisboa é um imposto e tem dúvidas sobre a legalidade. Numa reação ao envio deste diploma para o Tribunal Constitucional pelo Provedor de Justiça, os sociais-democratas deixaram ainda a promessa de acabar com a taxa, caso vençam as eleições na capital.

  • Conheça o Spa para recém-nascidos
    1:28

    Mundo

    Chama-se Baby Spa Perth e fica na Austrália. Nos últimos dias, o mundo ficou a conhecer este spa graças às fotografias dos bebés com as boias, que se tornaram virais nas redes sociais. O spa tem hidroterapia personalizada e massagens relaxantes. A boia, Bubby, permite que os bebés possam flutuar na água, sozinhos e em segurança.

    Patrícia Almeida

  • A rã que brilha no escuro
    2:08

    Mundo

    É a última descoberta do reino animal. Foi encontrada acidentalmente na Argentina uma nova espécie de rã, fluorescente.