sicnot

Perfil

País

Governo quer emagrecer currículos escolares

© Hannibal Hanschke / Reuters

Os programas escolares não vão mudar, mas o Ministério da Educação quer definir o que é essencial para os alunos aprenderem.

O Ministério da Educação decidiu "emagrecer" os currículos escolares para definir o que é essencial aos alunos aprenderem, começando pelo 1.º, 5.º e 7.º anos, noticia hoje o Diário de Notícias.

O objetivo é permitir uma melhor gestão do tempo e do trabalho na escola, afirma o jornal, que cita o secretário de Estado da Educação, João Costa.

A medida começa a ser aplicada a partir do próximo ano letivo, mas os programas não mudam.

O governo chamou as associações de professores para definir prioridades em cada área.

O ministério de Tiago Brandão Rodrigues havia já anunciado uma flexibilização dos programas para Matemática, no sentido de dar mais autonomia aos professores na gestão das matérias a lecionar, um desejo também manifestado pelos professores de Português.

A extensão dos programas e a falta de tempo para os cumprir e consolidar os conhecimentos dos alunos tem sido alvo de queixas frequentes por parte das associações dos professores.

A ideia agora, indica o DN, é focar o ensino de cada disciplina no mais importante para ganhar tempo.

"As primeiras propostas deverão chegar ao ministério no início de 2017", escreve o DN.

Trata-se de uma nova forma de gestão dos currículos, disse o secretário de Estado, que recusou comparar a medida às metas curriculares definidas pelo anterior governo (PSD-CDS/PP), que considerou extensas e inatingíveis em algumas disciplinas.

Em função do debate que se segue, a medida pode ser aplicada em algumas escolas ou generalizada já em 2017.

Mais tarde, será abrangido o ensino secundário.

  • O insólito cartão amarelo mostrado a Felipe

    Desporto

    Aos 53 minutos do jogo desta quarta-feira entre o Sporting e o FC Porto, a contar para a Taça de Portugal, Jorge Sousa apercebe-se que Felipe enganou-se na camisola que vestiu ao intervalo. O defesa central reentrou com a camisola de Soares. O árbitro mostrou o cartão amarelo e mandou o jogador para o banco trocar de camisola.

  • Dez feridos ligeiros em naufrágio de embarcação em Cascais

    País

    Uma embarcação de recreio com 10 pessoas a bordo naufragou ao largo da Parede, na linha de Cascais. Todos os tripulantes foram resgatados pelas autoridades marítimas e bombeiros e apresentam escoriações ligeiras e sinais de hipotermia. O barco foi entretanto retirado da água e a marginal continua cortada ao trânsito.

  • PS apresenta Lei de Bases da Habitação para abrir debate sobre habitação acessível
    1:19

    Economia

    O PS quer avançar com uma Lei de Bases da Habitação. A proposta apresentada esta quinta-feira propõe a requisição de casas devolutas para habitação e apoios concretos para o arrendamento a preços acessíveis. O líder parlamentar do PS, Carlos César, diz que é tempo de abrir um debate sobre a habitação que acredita que pode resultar numa Lei ainda na atual legislatura.

  • A morte anunciada da ETA

    Mundo

    A organização separatista basca ETA vai anunciar a sua dissolução em 05 de maio, durante uma cerimónia marcada para Bayona, no País Basco francês, disseram à agência Efe fontes conhecedoras do processo.