sicnot

Perfil

País

Governo lança campanha de combate ao tráfico de crianças

"Exploradas e tratadas como lixo" é o tema de uma campanha lançada esta quinta-feira pelo Governo que visa alertar para o tráfico de crianças e apelar aos portugueses para que denunciem quando suspeitarem de algum caso.

"O tema da campanha é sobre o tráfico de crianças, um tema sensível, um tema atual e que neste momento, com os movimentos migratórios que existem, ainda se torna mais importante" falar sobre ele, disse à agência Lusa a secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade, Catarina Marcelino.

Dados avançados por Catarina Marcelino indicam que, entre 2008 e 2015, foram sinalizadas em Portugal 1.306 pessoas vítimas de tráfico de seres humanas, das quais 177 era crianças, o corresponde a 14% do total das vítimas.

"É um número muito significativo e expressivo, porque estamos a falar de uma situação em que todos são vítimas e estamos a falar daqueles que são mais desprotegidos, as crianças", sublinhou.

Das 177 crianças sinalizadas, 30 estavam em trânsito, não ficaram em Portugal, disse Catarina Marcelino.

Relativamente às nacionalidades destas crianças, a governante disse que são oriundas de vários países, como da Nigéria, da Roménia, da Bulgária, de Portugal, da Bulgária, da Guiné.

O trabalho infantil e a prostituição foram apontados pela secretária de Estado como os "grandes motivos pelos quais as crianças são traficadas".

Catarina Marcelino sublinhou que Portugal tem repostas no terreno para pessoas vítimas de tráfico, nomeadamente três casas de acolhimento: Uma na região norte e outra no sul para mulheres e crianças e uma terceira na zona centro para homens.

"Houve uma mudança nos últimos anos ao nível do tráfico" que passou de "uma população predominantemente de mulheres para tráfico sexual, para um número cada vez mais crescente de homens para tráfico laboral, nomeadamente na região do Alentejo", comentou.

A secretária de Estado explicou que, além das casas de acolhimento, muitas vezes há a necessidade de uma resposta residencial para proteger as vítimas dos traficantes enquanto está a decorrer o processo.

"Estamos a falar de uma realidade muito dura", disse, sublinhando que há também equipas multidisciplinares por cada região do país para apoiar estas pessoas.

"A última equipa foi criada este ano no Algarve, porque é uma zona de muito turismo e de muita mobilidade, que precisava de uma resposta mais localizada", frisou.

Lançada no âmbito do Dia Europeu de Combate ao Tráfico de Seres Humanos, que se assinala a 18 de outubro, a campanha "Exploradas e tratadas como lixo -- Mude a história e dê-lhes uma infância", que decorre até dezembro, foi apresentada hoje na Estação do Metro Baixa-Chiado, em Lisboa.

A iniciativa dá cumprimento a uma das medidas previstas no Plano Nacional de Prevenção e Combate ao Tráfico de Seres Humanos.

Lusa

  • Fugiram 52 reclusos das cadeias portuguesas nos últimos 5 anos

    País

    Nos últimos 5 anos fugiram 52 reclusos das cadeias portuguesas, tendo esta madrugada ocorrido a primeira evasão de 2017, com três detidos em fuga do estabelecimento prisional de Caxias. Dados divulgados hoje pela Direção-geral de Reinserção e Serviços Prisionais após a fuga de três reclusos presos preventivamente em Caxias, Concelho de Oeiras, indicam que no ano passado ocorreram cinco operações de fuga que envolveram seis reclusos e que em 2015 fugiram dois presos das cadeias portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.

  • Mouchão da Póvoa em risco de desaparecer
    1:58

    País

    A Câmara Municipal de Vila Franca de Xira alerta para o risco de desaparecimento do Mouchão da Póvoa, uma dos três mouchões do Tejo, no concelho. Em causa está a falta de autorização, pedida à Agência Portuguesa do Ambiente, para uma intervenção de emergência nos diques.

  • Lixo, para que te quero?
    23:17
  • Tuk-tuk em protesto oferecem hoje passeios gratuitos em Lisboa

    País

    A Associação Portuguesa de Empresas de Congressos, Animação Turística e Eventos (APECATE) promove hoje a iniciativa "Cá vai Lisboa", com passeios gratuitos de tuk-tuk, para alertar a população para a "problemática" regulamentação municipal deste tipo de veículos.

  • Ricardo Robles apresentado como candidato do BE a Lisboa
    1:31

    Autárquicas 2017

    Ricardo Robles foi formalmente apresentado este sábado como candidato do Bloco de Esquerda à Câmara Municipal de Lisboa. No encerramento da convenção autárquica do partido, Catarina Martins fez críticas ao Governo, dizendo que o projeto de descentralização do Executivo é perigoso e ameaça a democracia.