sicnot

Perfil

País

Vasco Cordeiro, o delfim de Carlos César que renovou a maioria absoluta para o PS

M\303\201RIO CRUZ

O líder do PS/Açores, Vasco Cordeiro, que deverá ser nomeado presidente do Governo Regional na sequência da vitória socialista deste domingo nas eleições regionais, chegou a presidente do executivo há quatro anos pela mão do seu antecessor, Carlos César.

Considerado um delfim de Carlos César, hoje presidente do PS, presidente honorário do PS/Açores e líder do Grupo Parlamentar do partido na Assembleia da República, muitos vaticinaram que Vasco Cordeiro, presidente do executivo regional, não conseguiria sair da sua sombra.

Mas quatro anos volvidos, não só "ganhou asas", como manteve a maioria absoluta para o PS, embora com menor votação, depois de um mandato que se revelou uma prova dura.

A crise no setor do leite, a redução do contingente militar dos Estados Unidos da América na base das Lajes, na ilha Terceira, o desemprego ou a saúde foram áreas particularmente sensíveis nesta legislatura às quais se somaram as medidas de austeridade nacionais, questões que se revelaram um teste à sua liderança.

Os seus colaboradores mais diretos no Palácio de Santana, a sede da presidência do Governo Regional, para onde Vasco Cordeiro vai e sai sempre no seu carro particular, dizem que o chefe do executivo tem uma grande capacidade de trabalho.

"Chega cedo e sai tarde, nunca antes das 20:00", disse à Lusa um dos seus colaboradores.

De acordo com a biografia disponível no sítio na Internet do PS/Açores, Vasco Cordeiro, de 43 anos, é natural de Covoada, freguesia rural do concelho de Ponta Delgada, ilha de São Miguel, onde nasceu no seio de uma família de lavradores. Fez Direito em Coimbra, tendo exercido a advocacia entre 1995 e 2003.

Em 1996, quando o PS/Açores, liderado por Carlos César, tira do poder o PSD, pondo fim a 20 anos de governação social-democrata no arquipélago, Vasco Cordeiro é eleito deputado para o parlamento regional.

Quatro anos volvidos, é reeleito, chegando a assumir a liderança da bancada parlamentar socialista na Assembleia Legislativa.

O segundo mandato como deputado é interrompido com a sua nomeação para secretário regional da Agricultura e Pescas, lugar que ocupou entre 2003 e 2004.

Em 2004, quando o PS alcança o melhor resultado em eleições legislativas regionais, Vasco Cordeiro assume a pasta de secretário regional da Presidência e, em 2008, Carlos César entrega-lhe a pasta da Economia, que deixou em abril 2012, a seu pedido, para preparar a candidatura a presidente do Governo Regional.

Nesse ano, o PS ganha de novo as eleições e Vasco Cordeiro assume pela primeira vez a presidência do executivo regional.

No percurso político de Vasco Cordeiro, casado com uma chefe de cabine da transportadora aérea açoriana, SATA, e com dois filhos, estão também passagens pelo Poder Local, tendo sido eleito para a Assembleia de Freguesia da Covoada em 1997, 2001 e 2005, e membro da Assembleia Municipal de Ponta Delgada.

Vasco Cordeiro foi, ainda, líder da JS/Açores e chegou à liderança do PS/Açores em janeiro de 2013, tendo sido reeleito este ano.

Lusa

  • "Às vezes o senhor primeiro-ministro irrita-me um bocadinho"
    2:05

    País

    O Presidente da República disse esta quinta-feira de manhã que António Costa é "irritantemente otimista" por teimar em "ver violeta-rosa onde há roxo". Marcelo Rebelo de Sousa recordou ainda Mário Soares numa aula no Colégio Moderno, em Lisboa.

  • Pyongyang cria vídeo a simular ataque a navios dos EUA
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos da América pretendem reforçar as sanções à Coreia do Norte e investir nos esforços diplomáticos. Contudo, a tensão militar persiste. Pyongyang emitiu um vídeo em que simula um ataque a navios norte-americanos.

  • Cientistas testam útero artificial em cordeiros prematuros

    Mundo

    Um grupo de cientistas desenvolveu um útero artificial - o Biobag - que se assemelha a uma bolsa de plástico e que ajuda no desenvolvimento de cordeiros prematuros. O método foi testado nestes animais mas os cientistas do Hospital Pediátrico de Filadélfia, nos Estados Unidos, garantem que poderá vir a ser utilizado também em bebés que nascem prematuros.

  • Exame ao sangue descobre cancro um ano antes do reaparecimento

    Mundo

    Uma equipa de investigadores britânicos descobriu uma maneira de identificar o regresso do cancro, com um ano de antecedência. Através de um exame ao sangue, a equipa conseguiu identificar os primeiros sinais da doença, uma série de células invisíveis ao raio-X e à TAC. A descoberta pode vir a permitir tratar o cancro mais cedo e, como resultado, poderá aumentar as chances de o curar.

  • Casados há 69 anos, morrem de mãos dadas com 40 minutos de diferença

    Mundo

    Isaac Vatkin, de 91 anos, morreu cerca de 40 minutos depois de Teresa, de 89 anos, no passado sábado no Highland Park Hospital, no estado norte-americano Ilinóis. "Não queríamos que fossem embora, mas não podíamos pedir que partíssem de melhor maneira", afirmou o neto William Vatkin. O casal morreu no hospital poucos dias depois de celebrarem 69 anos de casados.

  • Trump cria linha de apoio a vítimas de "extraterrestres criminosos"

    Mundo

    Quando o Governo norte-americano usa o termo "extraterrestre criminoso", refere-se a alguém que não é cidadão dos Estados Unidos da América e que foi condenado por um crime. Quando a mesma expressão é usada pelos utilizadores do Twitter, o significado é completamente diferente. Os internautas pensam na série Ficheiros Secretos e em discos voadores. Por isso, o lançamento de uma linha telefónica, por parte da Casa Branca, para as vítimas de "extraterrestres criminosos" só podia dar em confusão.