sicnot

Perfil

País

Onze anos de prisão para homem que violou idosa duas vezes

O Tribunal Judicial de Braga condenou hoje a 11 anos de prisão um homem que em 2015 violou uma idosa naquela cidade por duas vezes, num espaço de um mês.

Quando cometeu a primeira violação, o arguido tinha saído da prisão há poucos dias, em liberdade condicional, após ter cumprido parte da pena de nove anos a que fora condenado por violação, rapto e roubo.

A primeira violação do caso hoje sentenciado registou-se em julho de 2015, quando o arguido atacou a idosa junto a um centro comercial.

A vítima ofereceu resistência e a chegada de um popular impediu-o de concretizar a violação, mas o arguido não desistiu e pouco depois voltou a apanhar a mulher, consumando o crime.

No mês seguinte, o arguido voltou a violar a mesma mulher, noutra zona da cidade.

Foi detido em dezembro pela Polícia Judiciária, encontrando-se desde então em prisão preventiva.

Em julgamento, que decorreu à porta fechada, o arguido confessou os crimes.

O tribunal aplicou-lhe oito anos de prisão por cada um dos crimes de violação, fixando o cúmulo jurídico em 11 anos de prisão.

Lusa

  • Bruxelas aguarda relatório completo para analisar pesca da sardinha
    1:29
  • Madonna está outra vez em Lisboa 😲
    0:59
  • Novas regras para compra e venda de animais
    2:04

    País

    Foi aprovado o projeto de lei do PAN que regula transações de animais de companhia. O diploma proíbe, ainda, a publicidade e a venda online de animais selvagens. As multas para o incumprimento da legislação poderão ir dos 200 aos 3.740 euros.

  • Assédio proibido por lei
    1:40

    País

    Ser assediado no emprego é agora proibido por lei e passa a dar direito a indemnização. É o que prevê o diploma aprovado ontem no Parlamento, com as abstenções do PSD e do CDS.

  • Portugal com 3.ª maior dívida pública da UE

    Economia

    A dívida pública recuou, em termos homólogos, na zona euro e na União Europeia (UE), no primeiro trimestre, tendo Portugal registado a terceira maior dos 28 (130,5%), depois da Grécia e de Itália, divulga hoje o Eurostat.

  • Montenegro e o futuro do PSD: "Não vou pedir licença para avançar"
    1:41

    País

    Luís Montenegro admite que se achar que é a pessoa ideal para a liderança do PSD, não vai pedir licença a ninguém para avançar. Em entrevista à SIC Notícias, o ex-líder parlamentar do PSD diz que está ao lado de Passos Coelho mas sublinha que é importante que haja uma clarificação na liderança do partido.

    Entrevista SIC Notícias