sicnot

Perfil

País

Onze anos de prisão para homem que violou idosa duas vezes

O Tribunal Judicial de Braga condenou hoje a 11 anos de prisão um homem que em 2015 violou uma idosa naquela cidade por duas vezes, num espaço de um mês.

Quando cometeu a primeira violação, o arguido tinha saído da prisão há poucos dias, em liberdade condicional, após ter cumprido parte da pena de nove anos a que fora condenado por violação, rapto e roubo.

A primeira violação do caso hoje sentenciado registou-se em julho de 2015, quando o arguido atacou a idosa junto a um centro comercial.

A vítima ofereceu resistência e a chegada de um popular impediu-o de concretizar a violação, mas o arguido não desistiu e pouco depois voltou a apanhar a mulher, consumando o crime.

No mês seguinte, o arguido voltou a violar a mesma mulher, noutra zona da cidade.

Foi detido em dezembro pela Polícia Judiciária, encontrando-se desde então em prisão preventiva.

Em julgamento, que decorreu à porta fechada, o arguido confessou os crimes.

O tribunal aplicou-lhe oito anos de prisão por cada um dos crimes de violação, fixando o cúmulo jurídico em 11 anos de prisão.

Lusa

  • A fuga dos PIDES
    1:16

    Perdidos e Achados

    Ao final do dia 29 de Junho de 1975, 89 agentes da PIDE fugiam da cadeia de Vale de Judeus, em Alcoentre. Mais de 40 anos depois, Perdidos e Achados recupera um dos acontecimentos do Verão Quente em Portugal. Hoje no Jornal da Noite e conteúdos exclusivos no site.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Uma volta a Portugal. De bicicleta mas sem licra

    País

    Um grupo de professores propõe-se a repetir o percurso da 1.ª Volta a Portugal em Bicicleta, 90 anos depois. Não se trata de uma corrida, pelo contrário querem provar que qualquer um o pode fazer e promover o uso da bicicleta como meio de transporte pessoal. “Dar a volta” parte para a estrada esta quarta-feira, de Lisboa a Setúbal, tal como em 26 de abril de 1927.

    Ricardo Rosa

  • Casa Madonna di Fatima em Roma é um lar de idosos com 9 irmãs portuguesas
    4:29

    Mundo

    A mais antiga igreja dedicada à Senhora de Fátima em Roma tem mais de 50 anos. Foi construída pelas franciscanas hospitaleiras do Imaculado Coração, uma congregação fundada em Portugal. Hoje, as religiosas portuguesas gerem um lar na mesma rua, mas o templo foi entregue a uma congregação italiana.