sicnot

Perfil

País

ASAE apreende 72 mil artigos contrafeitos de calçado desportivo no Tâmega e Sousa

Esta medida de protesto deve-se à situação sócio profissional dos trabalhadores da ASAE, com especial relevância para a ausência de um estatuto de carreira profissional. (Arquivo)

LUSA

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu em Amarante, Felgueiras e Lousada mais de 72.000 artigos contrafeitos de calçado desportivo, etiquetas e acessórios, foi esta sexta-feira anunciado.

Segundo um comunicado enviado à Lusa, a apreensão foi efetuada pela Unidade Nacional de Informações e Investigação Criminal e decorreu de nove mandados de busca em residências e fábricas daqueles concelhos.

Além dos artigos contrafeitos, a ASAE apreendeu 18 máquinas industriais e vários equipamentos informáticos, no valor global aproximado de 98.000 euros.

Os agentes constataram, "em flagrante delito, a produção de calçado desportivo contrafeito, tendo sido apreendidas todas as matérias-primas utilizadas, cunhos das marcas falsificados, moldes, máquinas industriais e o produto acabado, que já se encontrava devidamente acondicionado para venda"

Uma das unidades fabris procedia à impressão e estampagem de etiquetas.

"As fábricas situavam-se em imóveis residenciais e estavam totalmente ilegais, não possuindo qualquer tipo de licenciamento, pelo que integravam um evidente mercado paralelo", assinala-se no comunicado.

Lusa

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.