sicnot

Perfil

País

Há cada vez mais pessoas a trocar a agitação da cidade por um reveillon na natureza

Há cada vez mais pessoas a trocar a agitação da cidade por um reveillon na natureza

O alojamento em espaço rural para o fim de ano está praticamente esgotado no Nordeste Transmontano. Há cada vez mais pessoas que trocam a agitação das movimentadas festas na cidade por um reveillon tranquilo na natureza e há também espanhóis a procurarem a região.

  • Marisco, bolo rei e espumante para as diferentes carteiras dos portugueses
    2:50

    País

    Em vésperas de fim do ano, os portugueses andam numa correria nos preparativos do jantar e ceia para receber 2017. À mesa não falta o bolo rei, champanhe e o marisco, tendo em conta a carteira de cada um. O preço dos mariscos varia entre 80 e os 5 euros e as garrafas de champagne ou espumante custam entre 100 e os 6 euros. Para quem não quer cozinhar, as grande superfícies têm refeições confecionadas para os jantares de fim de ano.

  • Hotéis do Douro preparam última noite do ano com gastronomia e vinhos da região
    2:42

    País

    Na região do douro, a passagem de ano é uma oportunidade para contrariar a época baixa na hotelaria e neste momento os hotéis apresentam uma taxa de ocupação superior a 90 por cento. Os programas de fim de ano passam quase sempre por jantares de gala com gastronomia e vinhos da mais antiga região demarcada de vinhos. Preço médio é de 300 euros, mas há programas para todos os gostos.

  • Bruno de Carvalho e Octávio Machado suspensos

    Desporto

    O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, e o diretor-geral para o futebol, Octávio Machado, foram esta terça-feira suspensos pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, na sequência de uma queixa apresentada pelo Benfica em novembro de 2015.

  • Corredora exausta é levada ao colo até à meta na meia maratona do amor
    1:06

    Mundo

    Aconteceu este domingo em Filadélfia, EUA. A poucos metros da meta uma corredora exausta é amparada por dois colegas. Mas o cansaço é tanto que fica sem força nas pernas. É quando aparece a terceira ajuda. Um homem volta para trás e leva-a no colo até à meta. A centímetros do fim larga-a para que a corredora possa atravessar a meta pelo seu próprio pé.

    Patrícia Almeida

  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho