sicnot

Perfil

País

Mário Soares "estabilizado" mas em "situação muito crítica"

Situação clínica de Mário Soares mais estável do que ontem

O estado de saúde de Mário Soares está estabilizado, embora se mantenha em coma profundo, segundo o boletim clínico divulgado hoje pelo Hospital da Cruz Vermelha, onde está internado o antigo Presidente.

Última atualização às 12:35

"O estado de saúde do Presidente da República Mário Soares está estabilizado relativamente ao dia de ontem [quinta-feira], mantendo a equipa clínica que o acompanha a situação como muito crítica e com prognóstico reservado", disse o porta-voz do hospital, José Barata. Mário Soares continua em coma profundo e sem qualquer suporte técnico às funções vitais.

"Pode-se dizer que os sinais pelo menos estão numa situação normal, os sinais vitais. Isso permite dizer que a situação hoje está estabilizada e que está relativamente melhor que ontem", adiantou em resposta às questões dos jornalistas.

"Uma força da natureza"

Durante a manhã, em conversa com os jornalistas, o sobrinho de Mário Soares Eduardo Barroso descreveu-o como "uma força da natureza".

O sobrinho de Mário Soares, que também é médico, admitiu que já foi tomada a decisão de não usar qualquer máquina de suporte de vida.

"Há altura em que temos de saber parar, não ventilar, tomar decisões difíceis", disse, recorrendo à sua própria experiência enquanto médico. Ou seja, acrescentou, "não se vai fazer diálise, não se vai ventilar, não se vai fazer nada cardíaco" e "essa decisão está tomada". "Mas, neste momento, funciona tudo", sublinhou.

Segundo José Barata, nova informação clínica sobre o estado de saúde do antigo Presidente da República será emitida no sábado, às 12:00.

Internado desde o dia 13 de dezembro, o antigo Presidente fora transferido dia 22 dos Cuidados Intensivos para a "unidade de internamento em regime reservado" do Hospital da Cruz Vermelha, depois de sinais de melhoria do estado de saúde.

No entanto, no sábado, um agravamento súbito da situação clínica obrigou ao regresso do antigo chefe de Estado à Unidade dos Cuidados Intensivos.

Com Lusa

  • Mário Soares não será ligado a máquinas
    0:59

    País

    Eduardo Barroso passou esta manhã pelo Hospital da Cruz Vermelha, em Lisboa, onde continua internado Mário Soares. O médico e sobrinho do antigo Presidente admitiu que a família e os médicos já tomaram a decisão de não usar qualquer máquina de suporte de vida. 

  • José Sócrates visitou Mário Soares

    País

    O ex-primeiro-ministro José Sócrates esteve esta quinta-feira no Hospital da Cruz Vermelha, em Lisboa, unidade de saúde onde o antigo chefe de Estado Mário Soares está internado desde dia 13, em coma profundo.

  • Mário Soares com "degradação dos sinais vitais"
    1:05

    País

    A situação clínica de Mário Soares agravou-se esta quinta-feira. O antigo Presidente da República permanece em coma profundo e em estado muito crítico. O porta-voz do Hospital da Cruz Vermelha fala em "progressivo agravamento" e "degradação dos sinais vitais".

  • ANACOM apresenta recomendações para melhorar redes de telecomunicações
    1:17

    País

    A ANACOM entregou um conjunto de recomendações ao Governo, Parlamento, municípios e operadores de telecomunicações. A autoridade reguladora em Portugal das comunicações eletrónicas propõe que os cabos aéreos de telecomunicações sejam substituídos por cabos subterrâneos, entre outras coisas. O objetivo é impedir que as redes fiquem em baixo perante incêndios ou outras catástrofes.

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.

  • Atividade económica regista crescimento

    Economia

    A atividade económica portuguesa está a crescer ao maior ritmo dos últimos 17 anos. O crescimento registado em setembro é o mais elevado desde janeiro de 2000. Já o consumo privado registou uma diminuição face a agosto.

    SIC