sicnot

Perfil

País

Operação de Natal e ano novo da GNR com mais acidentes do que em 2015

O balanço da operação de Natal e ano novo da GNR aponta, para já, para mais acidentes em relação ao ano passado. Oito pessoas morreram nas estradas entre os dias 20 de dezembro e 2 de Janeiro.

A operação de reforço do patrulhamento terminou à meia noite. Os dados são ainda provisórios.

Os números finais vão ser divulgados esta terça-feira quando o Secretário de Estado da Administração interna passar pela sede da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária.

Conta para já o registo de sete mortes em mais de 658 acidentes no fim de semana de passagem de ano, e um morto em 587 acidentes no período de Natal.

  • Balanço da Operação Ano Novo da GNR
    4:46

    Edição da Manhã

    A operação de reforço do patrulhamento terminou à meia noite de ontem e os dados, ainda provisórios, apontam para mais acidentes que no ano passado: 658 acidentes, 7 mortos, 8 feridos graves e 189 ligeiros. O Major Paulo Gomes, da Divisão de Trânsito da GNR, esteve na Edição da Manhã para o balanço desta operação.

  • Marido de idosa que morreu na Sertã teve de caminhar durante duas horas para pedir ajuda
    1:44

    País

    A Altice garantiu esta sexta-feira que tentou agendar, por duas vezes, a reposição da linha telefónica na casa da idosa da Sertã, que morreu na semana passada por não ter comunicações que permitissem um socorro rápido. A mulher sentiu-se mal e o marido teve de caminhar durante duas horas para conseguir chegar à casa do vizinho mais próximo e pedir ajuda.

  • "Situação humanitária dos civis em Ghouta é aterradora"
    0:49

    Mundo

    O enviado especial da ONU para a Síria lançou esta sexta-feira um novo apelo a um cessar-fogo. O responsável está particularmente preocupado com a situação da população civil e diz que é preciso evitar que se repita em Ghouta o que se passou em Alepo.

  • Como é que alguém (Rúben Semedo) com tanto pode perder tudo?
    3:05
  • Instantes de uma noite de futebol europeu
    0:41
  • Não dá mais, Brasil!
    18:00