sicnot

Perfil

País

Heróis da A1 suspeitos de novos envolvimentos em situações ilícitas

Heróis da A1 suspeitos de novos envolvimentos em situações ilícitas

O casal de Avanca que ficou conhecido por, no ano passado, dar água a vários condutores que ficaram retidos na A1, está a ser alvo de novas queixas. O casal criou uma associação de solidariedade sem fins lucrativos, mas um dos fundadores suspeita que Paulo Pereira esteja a usar a associação em proveito próprio.

  • Casal herói da A1 acusado de vários crimes

    País

    Em 2016, durante os incêndios florestais, um casal ficou conhecido por oferecer garrafas de água a vários condutores que ficaram retidos na A1. O casal voltou agora a ser falado por alegadas dificuldades financeiras, o que levou a uma onda de solidariedade. Contudo, marido e mulher estão acusados de vários crimes. Uma história para acompanhar numa reportagem alargada, no Jornal da Noite desta quinta-feira.

  • Heróis da A1 conhecidos por envolvimento em várias burlas
    6:23

    País

    Durante os incêndios florestais do ano passado, um casal ficou conhecido por oferecer mil litros de água de forma gratuita a vários condutores, que ficaram retidos na A1. O casal voltou à ribalta porque teria dificuldades financeiras, o que levou a uma onda de solidariedade. Contudo, na freguesia onde vivem, a onda foi de indignação. O casal é conhecido em Avanca por envolvimento em várias burlas. Paulo Pereira já foi até condenado oito vezes e está a cumprir uma pena suspensa por fraude fiscal qualificada.

  • Quem são os arguidos da operação Fizz
    2:29

    País

    É já considerado o julgamento do ano da justiça portuguesa e o caso que está a abalar as relações entre Portugal e Angola. O processo da operação Fizz tem quatro arguidos, mas um deles, já é certo, não irá sentar-se esta segunda-feira no banco dos réus.

  • Que shutdown é este que paralisou os EUA?
    2:27
  • Quase 100 atletas testemunharam contra médico Larry Nassar
    1:38

    Desporto

    Quase 100 atletas e antigas ginastas da seleção dos Estados Unidos da América confrontaram esta semana, em tribunal, o médico Larry Nassar, acusado de assédio sexual. Em dezembro, o clínico foi condenado a 60 anos de prisão por um tribunal do Michigan, por posse de pornografia infantil.