sicnot

Perfil

País

Guilherme Figueiredo toma hoje posse como bastonário da Ordem dos Advogados

Guilherme Figueiredo toma hoje posse no cargo de bastonário da Ordem dos Advogados (OA), após ter obtido na segunda volta das eleições, a 06 de dezembro, 9.862 votos contra 9.193 da atual bastonária, Elina Fraga.

Além de Guilherme Figueiredo, tomam ainda hoje posse Luís Menezes Leitão, como presidente do Conselho Superior da OA, e Jorge Bacelar Gouveia, como presidente do Conselho Fiscal, bem como os novos membros do Conselho Superior, do Conselho Geral e do Conselho Fiscal, para o triénio 2017-2019.

A cerimónia realiza-se hoje à tarde no Salão Nobre da Ordem dos Advogados, em Lisboa.

Na segunda volta das eleições para o bastonário da Ordem dos Advogados votaram 20.608 associados, tendo-se registado 1.344 votos brancos e 209 nulos.

A segunda volta das eleições foi disputada pela lista K, liderada por Elina Fraga, e pela lista H, encabeçada por Guilherme Figueiredo, que concorreu com o apoio do candidato à primeira volta das eleições de 18 de novembro Jerónimo Martins.

Na primeira volta, Elina Fraga foi a candidata mais votada, com 8.706 votos, tendo Guilherme Figueiredo conseguido 7.838 votos.

Ao contrário das eleições de 2014, no ato eleitoral para o triénio 2017-2019 não foi automaticamente eleito o candidato mais votado, já que os novos estatutos da Ordem dos Advogados subordinam a eleição do novo bastonário à obtenção de mais de 50% dos votos.

Lusa

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.