sicnot

Perfil

País

Julgamento de Pereira Cristóvão adiado

(Arquivo)

Lusa

As alegações finais do julgamento de Paulo Pereira Cristóvão foram adiadas até que o Supremo Tribunal de Justiça se pronuncie se o Tribunal Central de Instrução Criminal tinha ou não competência para instruir o processo em que o ex-vice-presidente do Sporting está acusado de ser o mentor de uma vaga de assaltos em Lisboa e na margem sul.

Durante o julgamento, três arguidos admitiram que foram contratados por Pereira Cristóvão para fazer cobranças difíceis.

O ex-dirigente desportivo e antigo inspetor da Judiciária tem pendente no Supremo um recurso em que contesta a competencia do tribunal que conduziu a fase de instrução.

Se a decisão, que será conhecida a 1 de fevereiro, vier a ser favorável, o julgamento poderá ser anulado.

  • Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas
    1:40

    Economia

    Carlos Moedas diz que Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas a propósito da saída do procedimento por défice excessivo. Em entrevista ao Diário de Notícias e à TSF, o comissário europeu levanta dúvidas sobre a renegociação da dívida e garante que a escolha de Mário Centeno para a liderança do Eurogrupo vai depender do entendimento dos países do euro.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Polícia usa gás lacrimogéneo para dispersar manifestantes contra cimeira do G7
    2:28

    Mundo

    A cimeira do G7 terminou este sábado com confrontos entre manifestantes e a polícia na ilha italiana da Sicília e sem o compromisso de Donald Trump sobre o Acordo de Paris para a redução de emissões de dióxido de carbono. O Presidente dos EUA fez saber na rede social Twitter que vai tomar a decisão final durante a próxima semana.