sicnot

Perfil

País

Fernando Seara absolvido de crimes de prevaricação

Fernando Seara não quis fazer mais comentários sobre esta decisão, acrescentando apenas que só tomará uma posição mais concreta depois de ler o acórdão.

NUNO ANDRE FERREIRA

O antigo presidente da Câmara de Sintra Fernando Seara foi hoje absolvido dos oito crimes de prevaricação de que estava acusado.

Última atualização às 12:13

Seara era suspeito de ter beneficiado duas empesas, atribuindo obras de iluminação pública sem a realização de qualquer concurso público.

As obras foram adjudicadas a duas empresas em 2005 e terão custado no total 208 mil euros, valor que nunca chegou a ser pago pela autarquia.

Em tribunal, o antigo autarca negou todos os crimes e garantiu que nem sequer tinha conhecimento dos trabalhos.

  • Fernando Seara começa a ser julgado por crimes de prevaricação
    2:23

    País

    Fernando Seara começou esta terça-feira a ser julgado por oito crimes de prevaricação. O antigo presidente da Câmara de Sintra é suspeito de ter beneficiado duas empesas atribuindo obras de iluminação pública sem a realização de qualquer concurso público. Em tribunal, o autarca negou todos os crimes.

  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    2:24
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.