sicnot

Perfil

País

Portugal vai acolher 30 pessoas yazidi nas próximas semanas

© Ari Jalal / Reuters

Portugal vai acolher 30 pessoas da comunidade yazidi nas próximas semanas, anunciou o ministro Eduardo Cabrita, segundo o qual o país já acolheu mais de 900 refugiados recolocados, podendo chegar às mil pessoas até fevereiro.

A ser ouvido na Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias, na Assembleia da República, o ministro-Adjunto Eduardo Cabrita revelou que no decorrer das próximas duas semanas vai chegar um grupo de 30 pessoas da comunidade yazidi, familiares, que vão ser acolhidas na cidade de Guimarães.

Eduardo Cabrita acrescentou que ainda no decorrer do primeiro trimestre deste ano irão chegar mais cem pessoas da mesma comunidade, que serão acolhidas em Lisboa, destacando que Portugal poderá receber até 400 pessoas, tendo sido um dos únicos dois países europeus, a par com a Alemanha, que se disponibilizaram para acolher pessoas yazidi.

Os yazidi são uma comunidade étnico-religiosa que tem sido alvo de perseguições e massacres por parte dos terroristas do Daesh, como parte de uma campanha para retirar do Iraque e da Síria todas as influências não muçulmanas.

Igualmente presente na audição, a secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade esclareceu que o acolhimento de pessoas da comunidade yazidi se insere no âmbito de programas específicos para acolhimento de grupos particularmente frágeis.

A par desta comunidade, Portugal está a preparar programas específicos para menores não acompanhados, num trabalho em conjunto com a Confederação Nacional de Instituições de Solidariedade (CNIS).

Catarina Marcelino adiantou que esteve na Grécia com a CNIS para estudar opções específicas de acolhimento para os menores não acompanhados, tendo verificado que a maior parte deles são de origem iraquiana e afegã e, por isso, fora do âmbito do programa de recolocação, com idades a partir dos 14, 15 anos.

Relativamente aos que estão incluídos no programa de recolocação, a secretária de Estado disse que está identificado um grupo de 20 a 25 jovens que aguardam decisão de um tribunal grego, que autorize a sua saída.

De acordo com a secretária de Estado, há capacidade para acolher 25 jovens de imediato, que iriam para instituições, não estando descartada a hipótese de no futuro poderem ser acolhidos por uma família, mas salientando que estão em causa jovens com histórias de vida com grandes traumas, desde abusos sexuais até à morte da família.

"Temos de garantir que não são rejeitados de forma nenhuma", defendeu, acrescentando que depois de acolhidos numa instituição, serão estudadas outras opções, como o apadrinhamento ou a adoção.

Relativamente ao fluxo de refugiados, o ministro Eduardo Cabrita disse que tem havido uma estabilização a partir da Grécia, havendo uma nova vaga a partir de Itália.

"Portugal tem continuado a afirmar estratégia para o acolhimento, com forte apoio local, desde sociedade civil e participação significativa de autarquias", referiu o ministro, acrescentando que o modelo português tem sido apontado internacionalmente como de referência.

Eduardo Cabrita revelou, a propósito, que Portugal já acolheu mais de 900 pessoas refugiadas, distribuídas por 81 autarquias, estimando que esse número chegue às mil até fevereiro.

Aproveitou igualmente para adiantar que 97% destes refugiados tem ensino da língua portuguesa, explicando que os outros 3% ou chegaram na semana passada e ainda não estão inseridos ou são casos de recusa.

Relativamente à inserção no mercado de trabalho, Eduardo Cabrita disse que era de 10% em junho do ano passado e que esse número passou para 25% atualmente.

Com Lusa

  • "A vitória de Bruno de Carvalho pode ser uma vitória de Pirro"
    1:01
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    As eleições para a presidência do Sporting realizam-se no próximo sábado e os comentadores d'O Dia Seguinte avaliaram já as hipóteses de vitória dos candidatos. Rui Gomes da Silva considera que a gravação que implicava José Maria Ricciardi não vai influenciar a decisão de voto. Já Paulo Farinha Alves acredita que Bruno de Carvalho vai vencer a eleição. Contudo José Guilherme Aguiar avisa as eleições podem não trazer estabilidade ao Sporting.

  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • SIC revela relatório que provava falência do GES
    2:06
  • Sócrates acusa Cavaco de conspiração
    0:57
  • Bastidores do sambódromo: um espétaculo à parte
    3:22
  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22
  • Como a maioria de Esquerda gere as votações
    2:15

    País

    A gestão entre os partidos é feita diariamente mas nem sempre PCP e Bloco de Esquerda têm votado ao lado do Governo. A SIC ouviu um politólogo, que diz que o objetivo é cada um salientar as diferenças que os separam do PS. No entanto, também há exemplos que provam que nenhum dos partidos quer pôr em causa a estabilidade política.