sicnot

Perfil

País

Duas barras dos Açores e três do continente fechadas devido à agitação marítima

(AP/ Arquivo)

ANTÓNIO ARAÚJO

Duas barras dos Açores e três em Portugal continental estão esta quinta-feira fechadas à navegação devido à previsão de agitação marítima forte, de acordo com informação disponível na página da Marinha na Internet.

Segundo a Marinha, as barras de Madalena do Pico e Lages do Pico, na ilha açoriana do Pico, e Caminha, Vila Praia de Âncora e Esposende, no continente, estão fechadas a toda a navegação por causa da agitação marítima forte.

No continente, a barra da Póvoa de Varzim está condicionada a embarcações com calado superior a dois metros e em Vila do Conde as embarcações devem navegar apenas duas horas antes e depois da preia-mar.

Em São Martinho do Porto, a barra está condicionada devido a assoreamento, pelo que a navegação deve ser feita com cautela e a barra praticada apenas na preia-mar.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para esta quinta-feira na costa ocidental ondas de oeste-sudoeste com dois a três metros e na costa sul ondas de sudoeste com um a dois metros, aumentando para dois a três metros a partir da tarde.

O IPMA prevê para esta quinta-feira no continente céu muito nublado ou encoberto, com boas abertas gradualmente a partir do meio da tarde nas regiões a sul do sistema montanhoso Montejunto-Estrela.

A previsão aponta também para períodos de chuva, por vezes forte nas regiões a sul do sistema montanhoso Montejunto-Estrela a partir do início da manhã, passando gradualmente a regime de aguaceiros durante a tarde, que poderão ser ocasionalmente de granizo e acompanhados de trovoada a sul do referido sistema.

Está também prevista queda de neve acima de 1200/1400 metros de altitude, descendo a cota para 800/1000 metros de altitude no final do dia, vento fraco a moderado do quadrante sul, soprando até meio da tarde, moderado a forte no litoral, com rajadas até 80 quilómetros por hora e forte nas terras altas, com rajadas até 90 quilómetros por hora, rodando para oeste a partir da tarde nas regiões Centro e Sul.

O Instituto prevê ainda subida da temperatura mínima, que será acentuada no litoral, e descida da temperatura máxima no interior.

No que diz respeito às temperaturas, em Lisboa vão oscilar entre 10 e 14 graus Celsius, no Porto entre 10 e 13, em Vila Real entre 03 e 08, em Viseu entre 05 e 08, em Bragança entre -1 e 04, na Guarda entre 01 e 05, em Coimbra entre 09 e 11, em Castelo Branco entre 04 e 09, em Santarém entre 07 e 15, em Évora entre 05 e 12, em Beja entre 06 e 12 e em Faro entre 10 e 16.

Lusa

  • O tempo para hoje
    0:38

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para hoje céu muito nublado ou encoberto, com boas abertas gradualmente a partir do meio da tarde nas regiões a sul do sistema montanhoso Montejunto-Estrela. Períodos de chuva, por vezes forte nas regiões a sul do sistema montanhoso Montejunto-Estrela a partir do início da manhã, passando gradualmente a regime de aguaceiros durante a tarde, que poderão ser ocasionalmente de granizo e acompanhados de trovoada a sul do referido sistema.

  • Manchester canta "Don't Look Back in Anger" dos Oasis
    1:11

    Ataque em Manchester

    O Reino Unido cumpriu esta manhã, às 11:00, um minuto de silêncio em homenagem às vítimas do ataque de segunda-feira em Manchester. Nesta cidade britânica, uma mulher começou a cantar a canção dos Oasis "Don't Look Back in Anger" e a multidão logo se juntou, num momento tocante.

  • Mesquita é demasiado pequena para a quantidade de fiéis que há em Lisboa
    1:16
  • Herói de Paris não vai à Rússia
    2:12
  • Mourinho volta a conquistar a Europa

    Liga Europa

    O Manchester United conquistou esta quarta-feira a Liga Europa pela primeira vez. Este foi o quarto título europeu para Mourinho, depois das conquistas da Taça UEFA, em 2002/03, e da Liga dos Campeões, em 2003/04 e 2009/10.

  • Hoje é o dia internacional da criança desaparecida
    1:52

    País

    Assinala-se esta quinta-feira o dia internacional da criança desaparecida, numa altura em que foi conhecido um dado preocupante: há cada vez mais raptos parentais. O Instituto de Apoio à Criança recebe, por dia, 10 pedidos de ajuda.

  • Primatóloga Jane Goodall na Cimeira National Geographic em Lisboa
    3:00