sicnot

Perfil

País

Três pessoas em fuga após assalto a ourivesaria em Corroios

Três pessoas em fuga após assalto a ourivesaria em Corroios

Duas pessoas ficaram feridas esta sexta-feira numa tentativa de assalto a uma ourivesaria em Corroios, no Seixal. A agente Maria do Céu da PSP confirmou que o alerta foi dado por volta das 19:00 e que quando chegou ao local deparou-se com um dos assaltantes ferido. Os outros três suspeitos do assalto estão em fuga.

Testemunhas ouvidas no local relatam que um carro com quatro jovens encapuzados se aproximou da ourivesaria na rua da Casa do Povo. Dois ficaram dentro da viatura e os outros dois entraram no estabelecimento.

Um dos proprietários da ourivesaria estaria armado e terá disparado contra um dos assaltantes. Ambos ficaram feridos e foram transportados para o Hospital Garcia de Orta.

No local estiveram elementos dos bombeiros do Seixal, da PSP e do INEM. A investigação do assalto foi entregue à Polícia Judiciária de Setúbal.

  • Vídeo mostra passagem da carrinha a alta velocidade nas Ramblas
    0:33
  • O momento em que os suspeitos foram abatidos em Cambrils
    2:35

    Ataque em Barcelona

    Em Cambrils, também na Catalunha, foram mortos cinco alegados terroristas que atropelaram várias pessoas, uma morreu e seis ficaram feridas, quando escapavam a uma perseguição policial, esta madrugada. As autoridades investigam uma eventual relação entre os dois atentados. Nota: chamamos à atenção para a violência das imagens, que podem chocar os espetadores mais sensíveis.

  • Nível de ameaça terrorista em Portugal continua moderado
    1:31

    Ataque em Barcelona

    O primeiro-ministro garantiu hoje que, para já, o nível de ameaça terrorista em Portugal não vai ser alterado (o nível está no 4 em 5). Já o Presidente da República disse que não há tolerância possível e garante que há medidas preparadas caso o mesmo cenário venha a acontecer em Portugal.

  • Duas frentes "preocupantes" no concelho de Mação

    País

    A Proteção Civil chegou a dizer que a situação estava mais calma em Mação, mas durante a tarde desta sexta-feira surgiram duas frentes "preocupantes" junto às populações de Vale de Abelha e Ortiga, informou o presidente da Câmara.