sicnot

Perfil

País

PSD escolhe os primeiros candidatos às autárquicas

RUI MINDERICO

O PSD aprovou esta terça-feira o primeiro lote de candidatos do partido às próximas eleições autárquicas. Ao todo, foram aprovados 46 nomes em reunião da Comissão Política Nacional.

Lisboa, Coimbra ou Oeiras são algumas das Câmaras em que os Sociais Democratas continuam sem candidato.

Entre os 46 nomes agora aprovados destacam-se Marco Almeida, oficializado como candidato do PSD a Sintra, embora com o estatuto de independente.

No Porto foi oficializado o nome de Álvaro Almeida e em Leiria a novidade é candidatura de Fernando Costa, vereador em Loures e antigo presidente da Câmara de Caldas da Rainha.

Já foram também confirmadas 13 recandidaturas de atuais presidentes de Câmara, uma lista que inclui Carlos Carreiras, em Cascais, e Almeida Henriques, em Viseu.

Até ao final de março terão ainda de ser aprovados mais de 260 dos candidatos do PSD à presidência das 308 Câmaras do país.

  • Candidato da CDU não exclui coligação com o PS pós-autárquicas
    1:53

    País

    João Ferreira não afasta a possibilidade de se coligar com o PS à Câmara de Lisboa pós-eleição. Em entrevista à SIC Notícias esta sexta-feira, o candidato da CDU à autarquia critica os últimos anos de gestão socialista. João Ferreira diz que é preciso esperar pelos resultados eleitorais para tomar uma decisão.

  • Autárquicas em Lisboa. Cristas critica Passos
    1:05

    País

    Juntos seriam mais fortes. A líder do CDS diz que se perdeu uma "boa oportunidade" para tirar Fernando Medina do poder. Cristas reagia ao facto do PSD não apoiar a sua candidatura a Lisboa e lamentou ter conhecido a decisão pela comunicação social: "seria natural ter sabido de viva voz".

  • Um pedido de desculpas aos portugueses e um ultimato ao Governo
    3:21
  • Vouzela tenta regressar à normalidade, 8 pessoas morreram no concelho
    2:28

    País

    No concelho de Vouzela, a população começa a voltar à normalidade. Aos poucos a luz e a água estão a voltar e as pessoas começam a ganhar forças para reconstruir aquilo que lhes foi tirado pelos fogos. No entanto, as feridas demoram a sarar e não será fácil esquecer que 80 a 90 por cento deste concelho foi destruído pelos incêndios e oito pessoas morreram.

  • Material de guerra de Tancos encontrado, faltam munições
    1:40
  • "Se os bombeiros não chegam, os vizinhos vão ficar sem casa"
    1:03
  • Madrid admite suspender autonomia da Catalunha
    1:51
  • Alemanha já tem uma versão de Donald Trump... em cera
    1:08