sicnot

Perfil

País

Restrição de acessos a locais junto ao mar na zona oeste

Um helicóptero da Força Aérea Portuguesa durante as buscas após a queda ao mar de uma cidadã belga quando tirava fotografias no Cabo Carvoeiro (LUSA)

LUSA

A Autoridade Marítima decidiu esta quarta-feira interditar o acesso à marina e ao molho Leste em Peniche, a marginal da Foz do Arelho (Caldas da Rainha) e os passeios marítimos da Areia Branca (Lourinhã) e Santa Cruz (Torres Vedras).

Devido ao mau tempo previsto pela Meteorologia, com ondas alterosas, vento forte e chuva, entre quinta e sexta-feira, os molhes Leste (junto à praia dos Supertubos) e Oeste (junto à marina) em Peniche vão estar "restritos à circulação de pessoas ou viaturas", disse à agência Lusa o Capitão do Porto de Peniche, Marco Augusto.

Nas Caldas da Rainha, o passeio marítimo e a marginal da Foz do Arelho vão estar também fechados à circulação de pessoas e viaturas, assim como o acesso ao paredão da Praia da Areia Branca (Lourinhã).

Em função do estado do mar, a Autoridade Marítima pode vir ainda a restringir o acesso à ilha do Baleal, ao Cabo Carvoeiro e fechar a marginal norte, em Peniche, e o passeio marítimo de Santa Cruz (Torres Vedras).

Em comunicado, a Proteção Civil Municipal da Lourinhã informou hoje que decidiu também interditar o estacionamento da praia local de Porto Dinheiro a partir de quinta-feira.

Lusa

  • Troika nem sempre protegeu os mais vulneráveis, conclui avaliação do FMI

    Economia

    O organismo de avaliação independente do FMI concluiu que as medidas aplicadas pela troika em Portugal nem sempre protegeram as pessoas com menos rendimentos, apontando que a primeira preocupação do Fundo era a redução dos défices, apurou o gabinete independente de avaliação do Fundo Monetário Internacional (FMI),