sicnot

Perfil

País

O país que decida. Marcelo falou demais?

MIGUEL A. LOPES

Não é a primeira vez que as declarações do Presidente da República geram controvérsia. Marcelo anunciou a decisão da Fitch sobre Portugal antes mesmo da agência se pronunciar. A discussão ferve nas redes sociais.

Marcelo quis ser ele a anunciar ao país as "boas notícias": a manutenção do 'rating' pela agência Fitch.O problema é que falou furando todas as regras: antes da própria agência de notação se pronunciar e numa altura em que os mercados ainda estavam a funcionar. Razões suficientes para se instalar a polémica.

No Twitter por exemplo são várias as críticas a actuação/declaração do Presidente. Em mútiplos tweets questiona-se em que qualidade estava Marcelo a falar: como chefe de Estado, ex-comentador político ou "amigo" do Governo?

A correspondente do Wall Street Journal em Lisboa foi das primeiras a pronunciar-se no Twitter sobre o assunto. A sua estranheza é óbvia: "Presidente português diz que a Fitch mantém o rating, antes do anúncio da agência e enquanto os mercados ainda estão abertos". No mesmo sentido, o comentador Pedro Adão e Silva escreve na mesma rede social que "este anúncio prematuro do rating da Fitch vai fazer companhia à ida à Cornucópia no ranking de momentos baixos de Marcelo". E até há quem sugira que "com o Marcelo a substituir-se à LUSA", o Estado "vai poupar".

Pelo contrário, em defesa do PR, foi criada um claim: "Marcelo é fitch". O embaixador Francisco Seixas da Costa é um dos que sublinha o apoio à intervenção presidencial. Num tweet que foi partilhado pela eurodeputada Ana Gomes, Seixas da Costa usa da ironia ao escrever que "a Fitch, um conhecido cúmplice esquerdalho da Geringonça" tomou uma decisão que estraga o fim de semana a "uma certa direita".

Nem de propósito, no blog de direita "Blasfémias" não se poupam nas palavras, ou melhor nas críticas. Marcelo é apelidado de "incontinente". No texto assinado por "rui a." escreve-se que "não se consegue perceber se, nesta notícia sobre a manutenção do raiting da dívida portuguesa pela Fitch, Marcelo Rebelo de Sousa age como representante da agência, que não nos parece que seja, se como porta-voz do governo, o que julgamos que ainda não é, ou se como fazedor de factos políticos, que pensávamos que já não era. Como Presidente da República é que seguramente não foi."

O país que decida: Marcelo falou demais? Não foi a primeira vez e certamente não será a última.

  • Fitch mantém nível de "lixo" para Portugal

    Economia

    A Fitch mantém a dívida portuguesa num nível de alto risco a que chama de lixo e sem perspetiva de subir. Numa nota divulgada esta sexta-feira, a agência de notação sublinha que o Governo aplicou uma estratégia de contenção de despesa "muito rigorosa" o que permitiu cumprir a meta do défice.

  • Marcelo considera que rating da Fitch a Portugal é uma boa notícia
    2:16

    Economia

    Apesar de o país estar no nível considerado lixo, Marcelo Rebelo de Sousa defende que essa é uma boa notícia para o país. O Presidente da República antecipou-se à Fitch e, ainda antes dos dados serem conhecidos publicamente, afirmou que a agência de notação financeira vai manter o rating Portugal na mesma.

  • O melhor golo do 5.º dia de Mundial

    Desporto

    Numa escolha feita pelos jornalistas de desporto e do site da SIC Notícias, mostramos-lhe o melhor golo deste quinto dia de Mundial. Foi apontado por Dries Mertens, na vitória da Bélgica sobre o Panamá por 3-0.

  • Rui Patrício confirmado no Wolverhampton

    Desporto

    O Wolverhampton anunciou esta segunda-feira a contratação do guarda-redes Rui Patrício, depois da rescisão com o Sporting. O guarda-redes da seleção nacional assinou contrato com o clube inglês por quatro épocas.

    SIC

  • Novo treinador do Sporting diz que mulheres não estão preparadas para falar de futebol
    1:23
  • Salto de Cristiano Ronaldo inspira dança afro-beat

    Desporto

    Uma música humorística afro-beat, publicada nas redes sociais e inspirada nos saltos de Cristiano Ronaldo quando marca golos, está a ser replicada na internet com dezenas de coreografias filmadas, muitas das quais em França.

  • Ronaldo no País dos Sovietes: As religiões praticadas na Rússia
    1:55
  • "Estamos a plantar fósforos"
    2:09

    Opinião

    O calor regressou esta segunda-feira em força e no terreno estiveram quase 1300 bombeiros a combater 70 fogos por todo o país. Depois da tragédia de Pedrógão Grande, o Presidente da República diz que a consciência do país mudou mas é preciso fazer mais. Já Miguel Sousa Tavares diz que o país está mais preparado para combater os incêndios do que alguma vez esteve. No entanto, o comentador da SIC diz que já foram plantados mais de "2500 hectares de eucaliptos" desde Pedrógão e que enquanto isso acontecer Portugal vai continuar a arder. 

    Miguel Sousa Tavares

  • Merkel tem duas semanas para negociar solução para crise migratória

    Mundo

    A chanceler alemã tem duas semanas para negociar com os parceiros europeus uma solução para a questão migratória e assim evitar uma crise política. O ultimato foi dado pelo CSU, o partido da Baviera que integra a coligação governamental. Ao contrário de Angela Merkel, defende uma política para os refugiados mais estrita.

  • Pai de Meghan Markle lamenta ser "nota de rodapé" no casamento real
    2:03
  • Quando as crianças fazem das suas... os pais é que pagam

    Mundo

    Quando as crianças fazem das suas, restam os pais para as castigar ou, em alguns casos, para sofrer as consequências desses atos. Quem o pode dizer é um casal norte-americano, que recebeu uma fatura de 132 mil dólares (cerca de 114 mil euros), depois de o filho ter derrubado uma estátua num centro comunitário.

    SIC