sicnot

Perfil

País

Marcelo fala demais?

Marcelo fala demais?

Esta segunda-feira ficou marcada com as declarações de Marcelo Rebelo de Sousa. Das críticas à Troika ao seu otimismo quanto ao processo do Novo Banco, o Presidente da República fala praticamente todos os dias, responde a quase tudo o que lhe é perguntado, comenta a atualidade e, por vezes, até dá notícias ... antes de tempo.

  • Marcelo considera que situação na banca "está-se a compor"
    2:51

    Economia

    Marcelo Rebelo de Sousa acusou as instituições internacionais de terem ignorado o que passava na banca em Portugal mas diz que o setor "está-se a compor". Em reação ao relatório da OCDE, conhecido esta segunda-feira, o Presidente da República diz que o país está "a dois passos" de resolver os principais problemas da banca e aponta o dedo à Troika, a quem atribui a responsabilidade pelo agravamento do problema.

  • O país que decida. Marcelo falou demais?

    País

    Não é a primeira vez que as declarações do Presidente da República geram controvérsia. Marcelo anunciou a decisão da Fitch sobre Portugal antes mesmo da agência se pronunciar. A discussão ferve nas redes sociais.

  • BE acusa direita de bloquear atual comissão à CGD
    1:37

    Caso CGD

    O Bloco de Esquerda acusa a oposição de estar a fazer tudo para impedir as conclusões da comissão de inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos que está em curso. Numa altura em que PSD e CDS já entregaram o requerimento para avançar com uma segunda comissão, Catarina Martins defende que ainda há muita coisa por apurar sobre o processo de recapitalização do banco público.

  • Visita de Costa a Angola pode estar em risco
    2:26

    País

    A visita de António Costa a Luanda poderá estar em risco devido à acusação da justiça portuguesa contra o vice-Presidente de Angola. O jornal Expresso avança que o comunicado com a reação dura do Governo angolano é apenas o primeiro passo e que pode até estar a ser preparado um conjunto de medidas contra Portugal. Para já, o primeiro-ministro português desvaloriza a ameaça e mantém a visita marcada para a primavera.