sicnot

Perfil

País

Prisão preventiva para homem que matou namorado da filha em Évora

O Tribunal de Instrução Criminal de Évora decretou esta segunda-feira a prisão preventiva de um homem, de 49 anos, que matou o namorado da filha, de 23, naquela cidade, revelaram à agência Lusa fontes policiais e judiciais.

A medida de coação mais gravosa foi aplicada, ao final da tarde desta segunda-feira, pelo juiz de instrução criminal de Évora, após primeiro interrogatório judicial.

Segundo as fontes policiais, o homicídio com uma arma branca ocorreu, no sábado à noite, na Rua da Esperança, no Bairro da Comenda, na periferia da cidade de Évora, tendo o homem confessado a autoria à PSP, que o entregou à Polícia Judiciária (PJ).

Em comunicado enviado esta segunda-feir à Lusa, a Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo da PJ adiantou que o detido está indiciado pela prática de um crime de homicídio, referindo que os factos ocorreram, no interior da casa onde residia com o namorado da filha, durante uma discussão.

O detido desferiu "um golpe com arma branca na zona do tórax da vítima, provocando-lhe a morte", precisou a PJ.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Évora revelou à Lusa que recebeu o alerta para a ocorrência cerca das 22:00 de sábado.

Foram mobilizados para o local, de acordo com a mesma fonte, operacionais e veículos dos Bombeiros Voluntários de Évora, uma viatura médica de emergência e reanimação (VMER) e a PSP.

Lusa

  • Bruno de Carvalho e Octávio Machado suspensos

    Desporto

    O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, e o diretor-geral para o futebol, Octávio Machado, foram esta terça-feira suspensos pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, na sequência de uma queixa apresentada pelo Benfica em novembro de 2015.

  • Corredora exausta é levada ao colo até à meta na meia maratona do amor
    1:06

    Mundo

    Aconteceu este domingo em Filadélfia, EUA. A poucos metros da meta uma corredora exausta é amparada por dois colegas. Mas o cansaço é tanto que fica sem força nas pernas. É quando aparece a terceira ajuda. Um homem volta para trás e leva-a no colo até à meta. A centímetros do fim larga-a para que a corredora possa atravessar a meta pelo seu próprio pé.

    Patrícia Almeida

  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho