sicnot

Perfil

País

O tema da avaliação de professores terminou

Em setembro de 2014, Maria de Lurdes Rodrigues, ministra da Educação entre 2005 e 2009, foi condenada a três anos e seis meses de pena suspensa, por prevaricação de titular de cargo político. (Arquivo)

LUSA

A ex-ministra da Educação Maria de Lurdes Rodrigues afirmou esta sexta-feira que o tema da avaliação de professores terminou, reconhecendo que o modelo que tentou impor aos professores foi "mal sucedido" e falhou.

"Ao longo do percurso foi um projeto mal sucedido, sem êxito", disse a ex-ministra aos jornalistas no final de uma conferência organizada em Lisboa, pela Fundação Francisco Manuel dos Santos para analisar os resultados do PISA 2015, o último relatório do programa internacional de avaliação de alunos da OCDE.

Para Maria de Lurdes Rodrigues a pergunta que se deve colocar agora é se devem ser encontrados outros instrumentos para melhorar a qualidade do sistema.

"Os resultados mostram que conseguimos melhorar em todos os níveis, apesar de não termos conseguido fazer a avaliação", dos professores, reconhecendo responsabilidades no clima de "crispação" que a discussão motivou na altura.

"Se o tema ficou 'tabu' no debate político, e não rejeito responsabilidades, é nosso dever arranjar outros instrumentos que nos permitam melhorar o trabalho dos professores", disse a ex-titular da pasta da educação, admitindo que ao fim de 10 anos é possível fazer uma leitura diferente.

"Olhamos para trás e é um grande conforto ver que melhorámos os resultados, e que a avaliação, mesmo não tendo sido concretizada, afinal revela-se um instrumento que pode ser substituído por outros instrumentos", afirmou, defendendo que os governantes devem fazer estas leituras.

O ex-ministro Nuno Crato, que concretizou um dos instrumentos de avaliação de professores idealizada pelo Governo socialista de José Sócrates -- a Prova de Avaliação de Conhecimentos e Capacidades (PACC) -- insistiu na necessidade de haver um modelo que permita recrutar os melhores professores para as escolas públicas.

"Nos próximos cinco/dez anos vai haver uma grande mudança no corpo docente", disse Crato, sublinhando que a idade média atual é bastante elevada e que a substituição destes professores é "a questão central" que vai colocar-se na educação.

"Quais vão ser os professores que vão entrar nas nossas escolas? Será que vão ser tão bons como os que estão agora a reformar-se?", questionou Nuno Crato.

A ex-ministra Maria do Carmo Seabra afirmou ter "muita pena" que a PACC tenha sido suspensa.

"Penso que foi uma grande conquista, e foi um processo político tão doloroso que acho que foi uma perda grande para o país que tenha sido eliminada. Espero que isso possa ser revertido", disse.

Lusa

  • Mais de um milhão de crianças em risco de morrer à fome
    1:23

    Mundo

    Cerca de 1.4 milhões de crianças estão em risco iminente de morrer à fome. Deste modo, a UNICEF faz um apelo urgente de cerca de 230 milhões de euros para levar nos próximos meses comida, água e serviços médicos a estas crianças. As imagens desta reportagem podem impressionar os espectadores mais sensíveis.

  • Morreu o companheiro de Nelson Mandela

    Mundo

    Ahmed Kathrada, activista e ícone sul-africano que lutou ao lado de Mandela contra o "apartheid" morreu hoje aos 87 anos, informou a fundação de caridade Kathrada.

  • Vídeo amador mostra destruição na Síria
    1:04

    Mundo

    A guerra na Síria continua a fazer vítimas mortais. Um vídeo amador divulgado esta segunda-feira mostra o estado de uma localidade a este de Damasco, depois de um ataque aéreo no fim-de-semana. No ataque, 16 pessoas morreram e há várias dezenas de feridos.

  • Partidos querem eleições a 1 de outubro
    1:35
  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32
  • Homem que esfaqueou mulher em Esmoriz é acusado de homicídio qualificado
    1:24

    País

    O homem que no sábado esfaqueou a mulher em Esmoriz está acusado de homicídio qualificado. O arguido de 50 anos foi ouvido esta segunda-feira pelo juiz de instrução e ficou em prisão preventiva, uma medida fundamentada pelo perigo de fuga e de alarme. O homem remeteu-se ao silêncio durante o interrogatório, no Tribunal de Aveiro.

  • Homem condenado a oito anos e meio por abuso sexual da mãe
    1:10

    País

    O Tribunal de Coimbra condenou esta segunda-feira um homem de 53 anos a oito anos e meio de prisão por abuso sexual da mãe e ainda por crimes de roubo e coação. A mãe, de 70 anos, sofria de problemas nervosos e consumia bebidas alcoólicas com frequência, tendo sido vítima de abuso sexual por parte do filho enquanto dormia. Os crimes cometidos remetem para o início de 2016, depois do homem já ter cumprido outras penas de prisão em Espanha.

  • Jovem de 21 anos morre colhida por comboio na linha da Beira Baixa
    0:43

    País

    Uma jovem de 21 anos morreu esta segunda-feira ao ser atropelada pelo comboio Intercidades à saída da estação de Castelo Branco, na linha da Beira Baixa. A vítima foi colhida pelo comboio que seguia no sentido Lisboa-Covilhã ao atravessar a linha de caminho de ferro. Este é um local onde não existe passagem de nível, mas habitualmente muitas pessoas arriscam fazer a travessia da linha.

  • Banco do Metro com pénis gera polémica no México

    Mundo

    Um banco em formato de homem com o pénis exposto, numa das carruagens de Metro da Cidade do México, está a gerar polémica. A iniciativa integra uma campanha contra o assédio sexual de que as mulheres são vítima no país.